O OVO DE URUBU

SALAMALEQUE

Ioel Levin

Início ARTIGOS Ioel Levin

O HOMEM QUE SE PERFUMAVA

Em varias ocasiões especiais a sinagoga que frequento ganha ares festivos graças ao extravagante costume “sefaradí” de lançar perfume. Comemorações por “Brit Milá”, “Bar Mitzvá”...

O homem de hábitos, ou ainda, A arte de aperfeiçoar o...

Costumam dizer que o homem é um animal de hábitos, uns mais que outros. Existe um prazer...

O Sr. Hilel

O Sr. Hilel está entre os primeiros a chegar para o serviço da manhã, dificilmente depois da terceira ou da quarta pessoa. Um tradicionalista nos...

O OVO DE URUBU

Durante anos na paisagem da decoração da casa de meus pais havia um objeto que me deixava curioso, uma espécie de ovo metálico negro...

SALAMALEQUE

Formais os judeus sefaradís levam a sério a arte do saludo. Desde a época que nas noites de sexta feira acompanhava meu sogro no...

O homem fleumático

Esperava que com mais essa, iria derrubar sua fleuma e despertar a mística do sábio.

O HOMEM QUE ASSOBIAVA

Herança de meu pai escritor, que via poesia nos personagens da vida, faz algum tempo observo com curiosidade o publico que frequenta minha sinagoga. Uma...

O HOMEM QUE CHORAVA

Membro ilustre da sinagoga, o “Moré” é uma peça fundamental no equilíbrio da comunidade. Junto a sua querida esposa, a “Morá”, tomou a responsabilidade...