COMPARTILHAR

Produção aborda a história de crianças que foram para este país do Oriente Médio nas décadas de 1980 e 1990, época em que a burocracia e questões religiosas dificultavam o processo de adoção local. Hoje adultos, personagens da série buscam suas origens no Brasil

Transmitida pelo canal Investigação, a série ‘Adotados’ vem chamando a atenção do público com episódios inéditos semanais, exibidos às segundas-feiras, sempre às 21h20. Gravada em Israel, a produção da ‘Iracema Rosa Filmes’ aborda a adoção de crianças brasileiras por famílias locais nas décadas de 1980 e 1990, período em que a adoção de jovens nativos era uma prática intensamente prejudicada por processos burocráticos no país. Os brasileiros retratados em ‘Adotados’ hoje possuem idades entre os 30 e 40 anos e buscam por suas origens, sobretudo pelos pais biológicos.

A primeira temporada da série possui sete episódios. Cada um deles tem 25 minutos de duração e duas histórias diferentes, ambas relatadas pelos próprios personagens. Um dos trunfos adicionais à narrativa são os depoimentos de especialistas e autoridades envolvidas com o tema, entre eles o então tenente-coronel de Santa Catarina Marcos Roberto (in memoriam), que era coordenador do programa SOS Desaparecidos. Além disso, cada programa conta, ainda, com dramatizações realizadas por atores profissionais e figurantes para reproduzir fielmente os fatos descritos.

Outro destaque da produção está no ineditismo temático. De acordo com o diretor Anderson Jesus, “apesar de já termos visto várias reportagens especiais sobre essa temática, nunca foi lançada uma série inteira dedicada a esse tema”. De acordo com a produtora executiva e diretora-assistente da série, Nídia Gabrielle, a ideia de produzir “Adotados” surgiu durante a produção de outro documentário. Em 2017, a mesma equipe viajou até Israel para gravar com o personagem Lior Vilk para “Desaparecidos”, série documental que falava sobre o desaparecimento de pessoas. Após a chegada a Tel Aviv, eles souberam da existência desses brasileiros que desejavam conhecer seus pais biológicos: “Decidimos gravar com essas pessoas. Pedi ao Lior que anunciasse o dia da gravação em um grupo que eles têm em uma rede social. Imaginei que viriam poucas pessoas, mas, no dia marcado, não parava de chegar gente. Até pessoas de outras cidades apareceram para participar. Nós trabalhamos dois dias seguidos”, lembra Nídia.

Com vários depoimentos gravados, o diretor começou a estudar a viabilidade da série contando somente casos de brasileiros adotados por famílias de Israel. Vale destacar que nem todas as pessoas deste universo foram adotadas ilegalmente, entretanto, todos os casos mostrados na série apresentam indícios de ilegalidade. Acima disso, o que os une é a vontade de conhecer suas famílias biológicas. “A série acaba assumindo um papel de opção única para que muitos deles tentem encontrar suas famílias. A esperança deles reside em uma possível identificação, por telespectadores, de semelhanças entre alguns deles com pessoas aqui no Brasil ou que alguém que tenha vendido ou doado seu filho e tenha se arrependido entre em contato”, afirma Anderson.

SINOPSES – EPISÓDIOS ADOTADOS

23/03 – HADAS / DHANA:
Uma ligação no meio da noite muda para sempre a vida de um casal e dá início a uma jornada misteriosa entre Brasil e Paraguai. E mais uma jovem viaja de Israel para o Brasil em busca da verdade sobre seu nascimento.

30/03 – MAYA / OZ:
Em São Paulo, um casal israelense recebe uma criança com a saúde debilitada. Eles correm contra o tempo para salvá-la. E também: um homem de 30 anos começa a investigar seu passado para tentar entender as informações nebulosas que envolvem sua adoção.

06/04 – ADI / CHEN:
Em Israel, uma mulher quer adotar uma criança, mas não consegue por ser solteira. Ela parte para o Brasil em uma arriscada viagem para realizar seu sonho. E ainda: em Tel Aviv, um casal lida com a crise de sua filha de 10 anos ao questionar sua adoção.

13/04 – LIMOR / EFRAT:
Uma israelense desembarca no Rio de Janeiro para adotar uma criança e acaba se envolvendo em uma perseguição policial. E mais: um casal israelense consegue realizar o sonho de adotar dois bebês brasileiros, mas eles desconfiam de que há algo errado no processo de adoção.

20/04 – OSHRI / FABIANA:
Um adolescente de 15 anos descobre por acaso que é brasileiro e adotado ao ter em mãos um documento de sua escola. E ainda: uma jovem de 18 anos começa a investigar suas origens e percebe que sua adoção esconde muitos segredos.

Serviço:
Data e Horário: Segundas-feiras, até 20/04, às 21h20
Onde: Canal Instigação Discovery, disponível nas operadoras Oi TV (canais 70 e 71), Claro TV (canais 139 e 639), Algar TV (canal 549), TV Alphaville (canal 52), NET (canais 139 e 639), Vivo TV (canais 96, 361, 658 e 825) e SKY (canais 149 e 549).
Episódios: 7
Duração: 25 minutos cada

Print Friendly, PDF & Email