COMPARTILHAR

A União Mundial pelo Judaísmo Progressista (WUPJ) – denominação que inclui o Movimento Reformista – promoverá entre 27 e 30 de julho o segundo Seminário Tikun Olam para jovens da America Latina.

Como na primeira edição, os participantes, jovens de 20 a 30 anos, prestarão auxílio à vila de Regência, no Espírito Santo. Eles já ajudaram a comunidade local a construir um centro chamado Casa Rosa, que oferece atividades de arte, música, línguas.

As praias da vila estavam entre as dez melhores do Brasil para a prática de surf, e era do turismo que seus habitantes obtinham grande parte de suas receitas. A realidade é hoje bem diferente, com pousadas e restaurantes fechados, pescadores desempregados e a economia estagnada.

Como resposta ao desastre ambiental, a comunidade local buscou força para recuperar a vila e retomar o controle sobre o seu destino, e conta também com a ajuda de diversos grupos judaicos: World Union for Progressive Judaism (WUPJ), Hillel Rio, Hashomer Hatzair e sinagogas afiliadas, com o apoio da Agência Judaica e do TaMaR.

Em parceria com a WUPJ, o Instituto Unidos pela Vida e a Aliança Rio Doce, do Espírito Santo, desenvolveram um programa em que os participantes visitam a vila, conhecem a realidade, consertam portas e pias, limpam quintais, pintam paredes, penduram prateleiras, plantam jardins, organizam materiais, estudam textos judaicos, cantam e rezam juntos. Veja a programação.

Uma das expressões mais marcantes do judaísmo é a responsabilidade social traduzida em ações concretas. Estes valores são conhecidos na tradição judaica como Tikun Olam.

Print Friendly, PDF & Email