COMPARTILHAR

Ai vao alguns fatos- tristes- desta semana na regiao do Oriente Medio. No fim de semana os meios de comunicaçao informaram que 40.000 curdos-sirios atravessaram a fronteira no norte do pais para o Iraque, devido ao conflito que travam com os “rebeldes” da organizaçao islamica Jabahat el Nussra, identificada com a Al Qaeda.

No sul da mesma Siria, milhares de palestinos-sirios estao impedidos pela Hizballah, que manda no Libano e parcialmente na Siria, de atravessar a fronteira para o pais do cedro e juntar-se aos seus familiares. Dos 530.000 palestinos que viviam na Siria de antes desta guerra civil entre 250 a 400 mil ja deixaram o pais. Nassrallah os esta penalizando por se opor ao Assad e portanto exige autorizaçoes especiais das autoridades sirias que nao os lhe fornecem e esses palestinos estao entre a foice e o martelo, parados na fronteira sirio libanesa sem poder sair ou entrar.

Na quarta-feira (21.8.13) vincularam noticias assombrosas com imagens, de que o governo Assad teria usado armas quimicas do gaz Sarin, causando a morte de cerca de 1.300 pessoas, principalmente crianças e mulheres. Ate o momento, nao houve confirmaçao nem desmentido deste terrivel e violento bombardeio realmente ocorreu, mas uma coisa eh certa, lideres mundiais verbalmente condenaram o ato, mas de concreto nada foi feito.

O presidente americano que no cenario internacional parece estar de ferias perpetuas, pelo jeito continuou em Marth`s Vineyard jogando golfe. Ele ainda nao entendeu que no mundo todo, principalmente em paises de regime tiranico como os da Siria, Iran e Afganistao, entre outros, estudam sua reaçao aos acontecimentos ( ou melhor, a falta de açao) e ai pioram sua atitude. Ate o Putin se tornou este Putin que vemos ai devido a fraqueza do Obama.

O incrivel eh que este ato, ocorreu apenas um dia apos a vinda- com atrso de meses-de uma comitiva de inspetores da ONU, com autorizaçao do Assad de verificar se em Março foi feito um ataque usando armas quimicas. Evidentemente que a ONU pediu para que permitissem aos inspetores viajarem a localidade onde foi noticiado deste novo e grave ataque quimico. So que o governo sirio alegando razoes de segurança dos inspetores nao os deixa visitar o local. Obama que ja havia dito ha um ano atras de que se fosse usada arma quimica isto significaria que o governo sirio atravessou a linha vermelha, se distorceu em Março de nao confirmar o uso de elementos quimicos na Siria, repetindo esta distorçao novamente.

No Egito ja subiu o numero de mortos a 700 ou mais (quem sabe?), sem levar em conta os milhares de feridos ( que ninguem conta) das violencias entre extremistas da Irmandade Muçulmana e forças do governo, que agora ja pensa em declarar que esta eh uma organizaçao terrorista, como o eh em alguns paises arabes. Na Peninsula de Sinai, extremistas assassinaram a sangue frio 25 soldados que estavam voltando de ferias, estes extremistas, mesmo na epoca do Mursi, atuavam em cooperaçao com o Hamas de Gaza o que enfureceu o presidente egipcio do partido “pai” do Hamas e ele endureceu a mao com os seus afiliados em Gaza. Novamente, o governo americano nao quis denominar a destituiçao de Mursi como um golpe de Estado, pois ai nao poderia extender o auxilio de 1.4 bilhoes de dolares que da anualmente ao falido pais dos Faraos. Ate mandou o Kerry dizer de que o General Sisi agiu “para atender a vontade popular”.

Do Libano foram lançados 4 projeteis,(22.8.13), causando apenas danos materiais no norte de Israel. Isto ocorre por organizaçao terrorista que quer mostrar a fraqueza do Hizballah e a tentativa de forçar Israel a entrar nesta escalada de violencias que ocorrem na sua fronteira no norte.A Força Aerea de Israel reagiu rapidamente acertando alvos certos e deixando claro que nao intervira no conflito, mas protejera os cidadaos de Israel de qualquer tentativa de violencia. Diante destas terriveis violencias e outras que nao relatei ai, pergunto, cade a naçao arabe ou a naçao islamica que tanto mete a mao no nariz de Israel e que se cala no momento das lutas internas e muito mais violentas entre arabes contra arabes, entre muçulmanos contra muçulmanos?

Enquanto isso, em Israel, centenas de milhares de palestinos curtiram as praias do pais alegaram estar surpresos em ver Tel Aviv e outras cidades israelenses que sao bem diferentes do que imaginaram. Como sempre a falta de conhecimento vem da educaçao nas escolas que infelizmente, preferem demonizar Israel e os israelenses em vez de promover educaçao pela paz.

Tambem soube-se que nos hospitais do norte do pais, mais proximos a Siria, como os de Tsfat, Tiberiades e Naharia, dezenas de feridos sirios, trazidos de campos de batalha deste pais e colocados nas cercas da fronteira, foram trazidos para tratamento medico e salvos pelo “diabo” israelense. Alias, ate o fato de Israel atender a cerca de 200 feridos dos combates na Siria, Israel mantem em fogo brando para nao ser acusado- como o eh- de estar metido nos combates do pais nortista, apesar de tratadr-se de gesto humanitario.

Sera que eh islamofobia?

Ha meios de comunicaçao ocidentais que seguem os governos ocidentais no sentimento de “mea culpa” pelo que chamam de islamofobia. Se analisar bem os fatos e as violencias que ocorrem no mundo, principalmente depois de 1973, com a elevaçao assustadora do preço do petroleo e o enriquecimento de certos paises atrasados no modernismo, mas sortudos com o dinheiro que lhes caiu do ceu, notaremos que ha uma correlaçao. Muitos paises islamicos repentinamente aparecem no cenario internacional, mas nao por causa de descobertas cientificas ou outras que fizeram, mas sim pela violencia e pelos atentados que perpetraram mundo afora. Bombas-suicidas em toda parte, ate mesmo em mesquitas, explosoes de avioes civis, destruiçao das Torres Gemeas em N.York e a transformaçao dos aeroportos no que hoje eh, deve-se a fanaticos muçulmanos.

Ha os que pensam que esta luta dos arabes contra Israel eh devido a causa palestina e eles estao enganados e pior do que isto, enganam os outros. A matança de muçulmanos contra muçulmanos eh bem maior e nem da para comparar com o conflito arabe-israelense. Talvez muitos nao querem enxergar, mas nos recentes conflitos no Egito dezenas de igrejas foram queimadas e estima-se que durante o ano do regime do Mursi, mais de 100.000 cristaos egipcios deixaram o seu pais, tornando-se refugiados.

Segundo o sociologo Maximo Introvigne- coordenador do Observatorio de Liberdade Religiosa, da Italia- no ano de 2012 pelo menos 105.000 pessoas foram mortas por um so motivo, eram cristaos. Isto nao causou indignaçao nem protestos. Eh perigoso ser cristao em paises como Nigeria, Paquistao, Afganistao, Iran, Iraque, Siria, Egito, Mali, Somalia e a lista cresce. A matança em Darfur, regiao do Sudao onde milicianos muçulmanos massacraram durante 5, 6 anos pelo menos 400.000 cristaos, nem o ativismo do ator George Cloone conseguiu trazer a tona e fazer parar esta loucura.

Entao acho que nao existe islamofobia, pelos seus atos os muçulmanos trouxeram sobre si este temor dos nao muçulmanos que quando relatado ha os que chamam de perseguiçao ao Islao. Acredito que a grande maioria dos muçulmanos eh contraria a violencia dos seus irmaos extremistas, o pior eh que eles nao levantam a voz contra esta violencia, tambem por temer aos irmaos da religiao.

ERDOGAN PIROU DE VEZ?

O Primeiro Ministro turco Recep Tayyip Erdogan, que eh islamista e nao perde nenhuma oportunidade de atacar verbalmente Israel, disse (20/8/13)perante convençao do seu partido Justiça e Progresso que “tenho provas de que Israel esta atras da derrubada do presidente egipcio Mursi…ele tambem acusou o atual regime militar de que ” enquanto a Irmandade Muçulmana protegia as igrejas do Egito, as forças de segurança queimaram 37 igrejas”. Apos suas tentativas de ser lider do mundo islamico e perder aliança com Mursi da Irmandade Muçulmana, que eh o movimento espiritual que o rege, parece que ele pirou de vez, tambem por temer que o seu exercito siga o exemplo do exercito egipcio.

Alias, ele colocou cerca de 300 generais e alta patentes do exercito turco na prisao. O Erdogan que entendeu que a Uniao Europeia nao quer permitir a entrada de um pais muçulmano na Uniao e que entende que esta perdendo Israel de um grande aliado militar e agora de tornar a Turquia grande potencia do setor energetico, tambem com o gaz de Israel que passaria a Europa atraves do seu pais, deu liberdade total (e ilogica) a sua lingua. Ele esta perdendo terreno.

O MUSEO DO HOLOCAUSTO YAD VASHEM

Quem chega a Jerusalem tem que ir ao Yad Vashem. Este Museo do Holocausto esta localizado em Har (montanha) Hertzel, envolto de arvores e voce observa a exposiçao num silencio total e nao compreende como eh que isto aconteceu na “civilizada” Europa e que nenhum pais,durante alguns anos, nada fez para parar esta ilogica irracional atividade. Mas, quando se ve a violencia que ha em muitas partes do mundo, inclusive uma bem proxima daqui, na Siria, voce entende que tem que ser forte e depender somente de si. Na hora H todos voltam os olhos para o outro lado, ou pior, dizem que nao vem ou nao tem provas de que a matança realmente acontece.

Uma unidade da Marinha israelense esteve la, passando silenciosamente com olhos lacrimejando e uma guia militar lhes dava explicaçoes do genocidio irracional que aconteceu aos judeus ha 70 anos. Me impressionou tambem a frase do pastor alemao, Martin Niemoller :” Eles vieram pegar os comunistas e eu nao me opus, porque nao era comunista. Eles vieram pegar os socialistas e eu nao me opus, pois nao era socialista. Eles vieram pegar os judeus e eu nao me opus, pois nao era judeu. Depois eles vieram me pegar e nao sobrou ninguem para se opor”.

YEHUDIT ARNON

Faleceu aos 87 anos de idade. A maioria de nos na certa nunca ouviu este nome.Ela nasceu na antiga Tchekoeslovaquia e foi enviada a Auschwitz aos 18 anos. Ja era dançarina e no campo de exterminio ela fez um juramento, se sobreviver ela dançara a vida inteira e tera uma companhia de danças em Israel. Ela sobreviveu o inferno, fundou o grupo kibutziano de danças,obteve inumeros premios em Israel e no mundo. Ate ha pouco tempo continuava com sua força ensinar dançarinas e dançarinos como dançar melhor e deixou inumeros seguidores.

JOAO BOSCO NO FESTIVAL DE JAZZ EM EILAT

Todo ano realiza-se na cidade do extremo sul de Israel as margens do Mar Vermelho o Festival Internacional de Jazz (RSJF) com a presença de muitos artistas do mundo todo e neste ano ate do nosso velho conhecido, o exelente brasileiro, Joao Bosco.

A PROFETIZA DO TECHNION

A Dra Kira Radinsky de apenas 26 anos foi escolhida entre centenas de candidatos a lista dos 35 inventores de distinçao de menos de 35 anos ” por ser inovadora exepcional e seu distinto trabalho na area de programaçao de computador”. A lista eh composta pelo MIT Technology Review e ela se junta a inventores como Mark Zukerberg do Facebook, Larry Page e Sergey Brin inventores do Google, Johnatan Ive da Apple. Ela iniciou seus estudos no Technion aos 15 anos e la fez o seu doutorado.Serviu o Exercito 3 anos, casou e ate conseguiu em 26 anos inventar uma programaçao de computador que preve os acontecimentos no mundo de acordo com fatos que ja aconteceram, como por exemplo a ligaçao entre seca e tempestade na eclosao de colera.

CONSUMO DE MEL

O mel alem de ser doce e gostoso tempropriedades salutares. Nesta epoca do ano, que eh o inicio do novo ano judaico e todos se desejam que o novo ano tambem seja doce, o consumo do mel sobe muito.Somente neste mes eh consumida a metade do consumo anual, cerca de 2.000 toneladas de mel. Tambem multiplica o consumo de peixes que se come neste mes e ate as maças, o israelense em media come 17 maças neste mes e 125 no ano todo.

Print Friendly, PDF & Email