COMPARTILHAR
foto: Tura Winery / Facebook

A Wine Spectator, uma das publicações especializadas em vinhos de maior prestígio dos Estados Unidos, concedeu uma excelente nota (90) ao vinho Mountain Peak 2014, da Tura Winery. As vinhas de Tura estão situadas na Bracha Valley, assentamento judaico de Rehelim, na região de Samaria, ao norte da Cisjordânia.

A alta classificação foi dada durante o evento anual Wine Experience, do Wine Spectator, em Nova York, onde estavam reunidos os mais prestigiosos vinhos do mundo. A equipe de especialistas da Wine Spectator analisa milhares de vinhos produzidos em todos os continentes.

O Mountain Peak é um vinho tinto feito a partir de quatro castas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Petit Verdot, envelhecido por 22 meses em barricas francesas de madeira e por mais 12 meses em garrafa. Descrito como frutado e encorpado, de acidez equilibrada, o vinho tem uma cor vermelho profundo, aromas de frutas vermelhas e berries, um leve toque de pimenta preta, cravo e hortelã.

O rótulo já ganhou muitos prêmios em Israel e no exterior, incluindo medalhas de prata em competições como a Decanter World Wine Awards e Vinalies Internationales. Em 2018, o Mountain Peak conquistou a sétima medalha de ouro consecutiva na competição Golden Cluster, considerada o Oscar dos vinhos pelos israelenses.

A Tura foi fundada por Vered e Erez Ben Sa’adon, como vinícola familiar, e hoje colecionam elogios e prêmios. Os vinhos Tura tornaram-se um ponto de referência para os amantes da bebida em Israel e em outros partes do mundo.

Atualmente Israel possui aproximadamente de 6 mil hectares de vinhedos, sendo que a grande parte deles se localiza nas montanhas de Samaria. A região, maior produtora do país, possui clima mediterrâneo, ideal para a produção de vinhos intensos e elegantes. As uvas locais de maior prestígio são a Cabernet Sauvignon, Merlot, Sauvignon Blanc e Chardonnay.

Print Friendly, PDF & Email