COMPARTILHAR

A Universidade Federal do Maranhão vivenciou, na manhã do dia 26/10/2017, mais um momento para o fortalecimento do intercâmbio, do ensino e da aprendizagem da instituição: a visita do embaixador de Israel Yossi Shelley, que propôs o estreitamento de laços entre universidades israelenses e a UFMA, a fim de estimular a mútua troca de conhecimentos e de programas educacionais.

Na ocasião, a pró-reitora de Ensino, Dourivan Câmara, representando a reitora Nair Portela, destacou a importância do intercâmbio como ferramenta fundamental para a troca de experiências e difusão do conhecimento. “Nós precisamos intensificar o intercâmbio com outros estados, países e com outras experiências para, assim, sermos eficientes no nosso trabalho, aumentarmos nossas fronteiras e aprendermos aquilo que não soubemos fazer”, expressou.

Determinado em consolidar a parceria, o embaixador de Israel foi enfático ao dizer que o estudo é a maior e melhor ferramenta para mudar, estruturalmente e culturalmente, a realidade de um país. “Acredito no valor do estudo como moeda de troca para a transformação efetiva de nossas realidades, e a proposta de intercâmbio entre as universidades de Israel e a UFMA vai além da simples troca de informação ou mão-de-obra: se propõe a conhecer o sistema de ensino, para entender como cada uma enfatiza o conhecimento em benefício de determinada área, além do respectivo investimento e efetivo intercâmbio”, explicou.

Para o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Allan Kardec, a proposta contribuirá para a excelência no resultado dos programas de pós-graduação da universidade. “A reitora Nair Portela recomendou que fizéssemos internacionalização dos programas de pós-graduação, no sentido de fortalecê-los. Dessa forma, a proposta será bastante proveitosa quando interagirmos e houver troca de informações”, frisou.

Yossi Shelley disse, por fim, que a cultura não será uma barreira. “A visão que tive caminhando nas ruas de São Luís é a mesma que tenho no meu país: há pessoas carinhosas, nós amamos música, dança e todos queremos viver em paz, tranquilos e bem”, observou.

Dourivan Câmara afirmou que a crise política e econômica do Brasil está prejudicando as instituições públicas de ensino superior, mas que “a UFMA tem feito um esforço para manter um trabalho de qualidade que sempre desenvolveu”, em suas palavras.

Estiveram presentes também na solenidade a chefe de Gabinete, Iran de Maria Leitão; a assessora de Internacionalização, Conceição Araújo; o representante do Instituto de Estudos Superiores do Maranhão (Iesma), padre Ivanildo Oliveira; o diretor do Centro de Ciências Humanas (CCH), Francisco Sousa; o diretor do Centro de Ciências Exatas e Tecnologias (CCET), Ridvan Fernandes; a diretora no Centro de Ciências Sociais (CCSo), Lindalva Maciel; e, representando a pró-reitora de Extensão Cultura e Empreendedorismo, Dorlene Aquino, esteve a professora Fernanda Pinheiro, diretora do Departamento de Assuntos Culturais (DAC) da UFMA.

via UFMA


Also published on Medium.