COMPARTILHAR
O artista Tsahi Halevi, um dos atores de Fauda. Foto: Celso Pilati

por Szyja Lorber – Foi uma noite especial a apresentação do cantor Tsahi Halevi na Sinagoga Beit Yaacov de Curitiba, praticamente lotada em 1º de agosto. Mais conhecido como um dos astros da premiada minissérie israelense, Fauda, ele também foi finalista, em 2012, do The Voice Israel. Ele veio ao Brasil a convite do Keren Hayesod (Fundo Comunitário) e o artista também se apresentou para a comunidade israelita de Belo Horizonte.

O evento que agradou ao grande público presente, foi conduzido pela jornalista e escritora Danielle Sommer. Através das perguntas dela, a plateia teve a oportunidade de participar de um interessante talk-show com Tsahi sobre sua trajetória, entremeado com belas canções interpretadas por ele em hebraico, árabe, inglês, português e espanhol.

Tsahi Halevi contou que nasceu em Petah Tikva, Israel, e que quando criança viveu em muitos países, pois seu pai trabalhava no Gabinete do Primeiro Ministro. Por este motivo, aprendeu a outros idiomas. Estreou no cinema em 2013 com “Belém: Zona de Conflito”, filme que foi o grande vencedor do Prêmio Ophir da Academia de Cinema de Israel, tendo ganho inclusive como Melhor Filme, Direção, Roteiro e Ator Coadjuvante (Halevi).

A série Fauda, por sua vez, lançada em 2016, estreou internacionalmente e hoje é considerada um fenômeno global, sendo exibida em 190 países.
A noite da apresentação foi de muita descontração, com discursos, entre outros, de Natan Baril, presidente do Fundo Comunitário de Curitiba e do ex-presidente Elias Lipatin, que aproveitaram o evento para homenagear todos os ex-presidente da instituição e explicar a atuação do Keren Hayesod.

Ainda no mesmo dia, a ativista Siomara Schulman recepcionou em sua residência o cantor e ator Tsahi Halevi, oferecendo um almoço aos diretores do Fundo Comunitário e dirigentes das diversas instituições da comunidade israelita de Curitiba.

Tsahi Halevi ladeado pelo presidente do Fundo Comunitário de Curitiba, Natan Baril (esquerda) e pelo presidente do Centro Israelita do Paraná, David “Duda” Bergman. Foto: Celso Pilati
Print Friendly, PDF & Email