COMPARTILHAR

Companhia que tem a licença de tecnologia contra o câncer
desenvolvida no Instituto Weizmann de Ciências é vendida
por $11,9 bilhões de dólares.

A imunoterapia altamente personalizada baseia-se nas descobertas do Prof. Zelig Eshhar

No ano de 1980, o Prof. Zelig Eshhar, membro do Departamento de Imunologia do Instituto Weizmann de Ciências, foi o primeiro a criar a hipótese de que as células T poderiam ser a chave para enfrentar o câncer. Essa ideia inicial foi dramaticamente validada agora com o anúncio de que a Gilead Science Inc (Nasdaq: GILD) pagará $11,9 bilhões de dólares por uma companha baseada na Califórnia, a Kite Pharma, que tem a licença do Instituto Weizmann de Ciências pela tecnologia inovadora do Prof. Eshhar.

O Professor Zelig Eshhar, laureado com prêmio Israel Prize e membro do Conselho científico de Kite, explica que com a tecnologia chamada “CAR T – cell therapy” é possível fazer a engenharia das células do sistema imunológico do paciente para que estas, ao serem reintroduzidas no paciente, possam reconhecer o câncer e atacá-lo.

Na terapia celular CAR T, primeiro se extraem do paciente um tipo de células do sangue que atacam células estranhas ou anormais, as células T. Depois, se agregam estruturas que amplificam a sua capacidade de se unir à superfície das células cancerosas e ao mesmo tempo promover uma resposta imune ainda mais poderosa.

Desenvolvido em modelos animais por duas décadas, a tecnologia do Prof. Eshhar gerou muito entusiasmo depois de uma série de ensaios clínicos com sucesso em humanos. No ano de 2011, pesquisadores da Universidade da Pennsylvania anunciaram que tinham tido sucesso na utilização do CAR T em um ensaio piloto em pacientes com leucemia linfocítica crônica (CLL). No mês de dezembro de 2012, os pesquisadores reportaram que 9 dos 12 pacientes do ensaio em andamento tinham respondido positivamente aterapia.

No mês e março de 2013, pesquisadores de Memorial Sloan Kettering Cancer Center de Nova Iorque publicaram os resultados de outro ensaio clínico envolvendo 5 adultos com leucemia linfoblástica aguda (ALL) resistente a quimioterapia. A taxa de sucesso foi de 100%. Todos os pacientes entraram em remissão. Mais recentemente, pesquisadores da Universidade de Pennsylvania realizaram um ensaio com pacientesterminais, pessoas para as quais não existiam outras opções de tratamento: 27 dos 29 entraram em remissão.

A Kite Pharma aplicou o enfoque tecnológico do Prof. Eshhar ao desenvolvimento de mais de 10 terapias destinadas a prover de tratamento personalizado para distintos tipos de câncer. Com foco principalmente em cânceres do sangue agressivos e pacientes que não respondem a outras terapias, a companhia se orgulha tanto pela eficácia das terapias celulares como pela velocidade: entre a extração inicial do sangue do paciente e a reintrodução das células que vão enfrentar o câncer passam apenas duas semanas.

O CEO e Presidente de Kite Pharma, Dr Ariel Belldegrun diz que a tecnologia desenvolvida pelo Prof. Eshhar resolve uma necessidade médica urgente. “ O CAR T tem o potencial de se converter em um dos agentes anticancerígenos mais poderosos para cânceres hematológicos. Expandindo as operações com esta aquisição, esperamos aumentar nosso potencial de pesquisa e fabricação de terapias para benefício de pacientes do mundo todo”.