COMPARTILHAR

O Instituto Technion de Israel desenvolveu uma tecnologia para detectar o mal de Parkinson através da respiração do paciente. Os cientistas responsáveis alcançaram uma eficiência de cerca de 81% de precisão, quase a mesma alcançada com ressonâncias magnéticas.

O dispositivo desenvolvido no Technion e seu software consegue detectar as assinaturas químicas de várias doenças, incluindo Parkinson, que já afeta 10 milhões de pessoas em todo o mundo. A detecção precoce de Parkinson é de grande importância para alcançar tratamentos que favoreçam o paciente, embora ainda a doença seja incurável.

A redução nos estágios iniciais de Parkinson na perda de neurotransmissores poderia significar um novo paradigma no tratamento da doença. Outro dos benefícios é a possibilidade de diagnosticar pacientes que ainda não foram medicados e receberão o diagnóstico pela primeira vez.

via BBpress

Print Friendly, PDF & Email