COMPARTILHAR

A comunidade judaica de São Paulo promoveu nesta terça-feira, 09 de dezembro, no Teatro Anne Frank, de A Hebraica, uma Haskará (Cerimônia) em homenagem a Samuel Klein, grande benemérito da comunidade judaica, que faleceu no dia 20 de novembro, em São Paulo.

Seis tochas foram acesas em homenagem a Samuel Klein

A cerimonia solene contou com a apresentação de dois filmes, que reforçaram o caráter, a benemerência e a simplicidade de Samuel Klein, sobrevivente do Holocausto e fundador da rede de lojas de departamento Casas Bahia. O presidente da Hebraica, Abramo Douek, o ex-presidente da Fisesp e do Colégio Bialik, Boris Ber, o publicitário Roberto Justus, o rabino Henrique Begun, assim como o filho e os netos de Samuel Klein, Michael, Rafael e Natalie, subiram ao palco para prestar suas homenagens a este grande homem.

Em seus discursos, todos destacaram o grande impacto que Samuel Klein representou para a comunidade judaica, visto o número de representantes de instituições presentes ao evento, e de como construiu um império e foi o precursor do crédito no Brasil, acreditando na palavra das pessoas e de como mesmo apesar de ter vivido um dos piores capítulos da história, ele sempre acreditou no lado bom das pessoas, sem nunca perder a simplicidade, e nem esquecer de suas raízes como judeu, que deixava evidente na forma única de fazer Tzedaká (justiça social).

Para simbolizar a luz deixada em todo seu legado, foram acesas seis tochas por representantes das áreas de Assistência, Saúde e Social, Educação, Religião, Organizações da comunidade judaica, Juventude e pelos familiares. Também foram entoados o Kadish e o El Male Rachamim. Ao final do evento, Michael Klein recebeu das mãos de crianças de escolas judaicas uma Chanukiá (candelabro de nove braços) para iluminar e trazer muita luz para toda a família Klein.

“Quando perguntavam qual era o signo do meu avô Samuca, ele dizia: sou Judeu. Eu só vim entender o significado disso muitos anos depois. Outra frase que ele sempre repetia era a de que quanto mais dinheiro ganhava, mais podia ajudar Israel. Com ele aprendemos o valor da Tzedaká e reforço nosso compromisso de continuar ajudando a comunidade judaica”, finalizou Rafael Klein.

Roberto Justus discursa

Representantes das entidades acendem tocha

Representantes da juventude acendem tocha

Michael, Rafael e Natalie Klein

Família Klein acende tocha

Crianças entregam Chanukiá a Michael Klein

Boris Ber discursa

Rabino

Fotos: Eliana Assumpção

Print Friendly, PDF & Email