COMPARTILHAR

A convite da União do Judaísmo Reformista da América Latina (WUPJ), o PHD Joshua Holo, reitor do Hebrew Union College – HUC – JIR Los Angeles, esteve no Brasil entre os dias 13 e 19 de junho para uma série de eventos e palestras.

Na terça-feira, 18 de junho, ele foi recebido por Marcos Lederman, presidente do Conselho da CIP, para um debate que reuniu convidados, lideranças judaicas, além da diretoria e dos rabinos da CIP.

“Como todas as vezes que estive no Brasil, estou sendo muito bem recebido pela comunidade judaica paulista, que é extremamente acolhedora. Ao longo da minha visita tenho falado de temas comunitários importantes nos Estados Unidos, e trocado experiências sobre o que podemos aprender com a comunidade judaica brasileira e vice-versa, sempre dentro do contexto cultural judaico americano, que é rico, vivaz e problemático”, destacou Holo.

Com o tema “Incluir o diferente e o indiferente para preservar o direito à liberdade numa sociedade cada vez mais radical”, Holo falou sobre o radicalismo judaico que vem crescendo em um momento tão polarizado, e de como a variedade das expressões judaicas deve ser a maior aposta na busca de soluções. “Somos um povo que discorda, mas podemos fazer isso sem tanto ódio”, destacou.

Outro tema bastante discutido durante o encontro, foi a preocupação com os judeus que estão completamente afastados. “O grande inimigo, não é apenas o crítico, mas também o indiferente”, complementou Joshua.

“Considero de altíssimo valor, lideranças e ativistas debaterem questões essenciais do mundo judaico como fizemos hoje com o professor Holo. O debate faz parte de nosso DNA e temas como a necessidade de integrar os casamentos mistos em nossa comunidade e a necessidade de despertar uma parte de nossa tribo para a riqueza da herança judaica e para versão moderna do sionismo são de suma relevância ”, frisou o presidente da CIP, Mario Fleck.

“O que mais me marcou na fala do prof. Joshua, foi a ênfase ao respeito desse mosaico judaico. Não precisamos ter uma só linha, um só caminho, ou uma única visão e é justamente isso que traz a riqueza do judaísmo. O respeito a essa diversidade é o caminho para trazermos as pessoas de fora, ao invés de afastá-las” concluiu Miriam Vasserman, vice-presidente da União do Judaísmo Reformista da América Latina.

O Professor Holo também realizou palestras nas Congregações Beth-El SP e Ari- Rj. Também foi o professor convidado em uma imersão de estudos com os alunos do Instituto Ibero-Americano de Formação Rabínica Reformista em Campos do Jordão-SP.

fotos: Ruth Engelberg

Print Friendly, PDF & Email