COMPARTILHAR
Eli Elezra é um dos maiores jogadores de poker da história de Israel. Photo by World Poker Tour/CC BY-ND 2.0

O poker é um dos jogos de carta mais populares do mundo. De acordo com o World Poker Tour (WPT), uma das principais organizações do setor, mais de 160 milhões de pessoas jogam poker regularmente em todo o mundo.

Para se ter uma ideia, mais pessoas disputam essa modalidade esportiva do que golfe, bilhar ou tênis. Tamanha popularidade fez com que o poker finalmente fosse reconhecido oficialmente como um esporte mental pela Associação Internacional dos Esportes da Mente (IMSA, na sigla em inglês), alcançando o mesmo status que o xadrez, as damas, o bridge e o go.  

Faz pouco tempo que o poker passou a ser considerado um jogo de habilidade em Israel, mas isso não impede que alguns jogadores israelenses sejam reconhecidos em outros países, competindo em torneios, cassinos ou partidas de poker online.

Conheça a seguir a história de três atletas do poker nascidos em Israel que se tornaram profissionais e ganharam destaque no circuito mundial do esporte das cartas. 

Eli Elezra

Eli Elezra após a conquista de seu primeiro bracelete em 2007 . Foto por flipchip / LasVegasVegas.com, Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported

Com uma longa carreira no esporte e tendo conquistado três braceletes da World Series of Poker (WSOP), além de várias participações em programas de TV, Eli Elezra é o jogador de poker israelense com maior destaque internacional. 

Nascido em Jerusalém, em 1960, Elezra serviu nas forças nacionais até que uma lesão na perna o impediu de seguir na carreira militar. Foi justamente ao ficar de cama que ele desenvolveu o interesse pelo poker. Após ter alta, Elezra decidiu se mudar para o Alaska nos Estados Unidos.

A convite de seu irmão, em 1988, Elezra se mudaria para Las Vegas para montar uma empresa de processamento de filmes, que coincidentemente ficava localizada ao lado de um cassino. Foi nessa época que ele começou a se envolver mais com o poker, participando de alguns dos principais torneios da cidade. 

Acumulando bons resultados, Elezra decidiu então seguir sua carreira profissional no esporte. Porém, o sucesso só viria em 2004, quando ele venceu o “Mirage Poker Showdown”, um dos mais prestigiados eventos do WPT, onde obteve sua primeira grande pontuação e arrecadou mais de US$ 1 milhão pela vitória. 

Três anos depois dessa importante vitória ele conquistou seu primeiro bracelete de campeão da WSOP durante o campeonato “Seven Card Stud Hi-Lo”. Seu segundo bracelete viria em 2013, no evento “2-7 Triple Draw Lowball”, e o terceiro em 2015, quando Elezra chegou ao topo novamente durante o torneio “Seven Card Stud”. 

Dono de uma personalidade afável e bem-humorada, Elezra chegou a publicar uma autobiografia intitulada “Poker Legend” (“A Lenda do Poker” em tradução livre) sobre sua vida e carreira no esporte. Atualmente, além de seguir participando de campeonatos de poker, Elezra também atua como empresário em Los Angeles.

David Levi

David Levi participa da Série Mundial de Poker de 2007. Foto por flipchip / LasVegasVegas.com, Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported

Inicialmente conhecido por sua meteórica passagem pelo mundo da bola, David Levi é outro israelense que se tornou famoso no circuito mundial de poker. Ex-jogador de futebol profissional e paraquedista nas Forças de Defesa de Israel, Levi começou sua carreira no poker americano há mais de 20 anos e tem se destacado nas mesas de carteado desde então.

Nascido em Tel Aviv (1962), Levi chegou alcançar certa popularidade em Israel ao jogar profissionalmente no clube Hapoel Ramat Gan Givatayim F.C. durante a mocidade, mas sua breve carreira no futebol foi abruptamente interrompida devido a uma lesão no joelho. 

Assim como Eli Elezra, depois do incidente ele se mudaria para os Estados Unidos e encontraria no poker uma forma de dar vasão ao espírito competitivo. Ao contrário do hierosolimitano, porém, Levi nunca chegou a ganhar um bracelete da WSOP ou mesmo um título do WPT. 

Entretanto, Levi venceu vários outros torneios importantes que lhe permitiram acumular uma boa pontuação, assim como uma generosa soma em premiações. Até hoje, o atleta já terminou em primeiro lugar mais de 20 vezes, sendo a mais proeminente delas na série “No-Limit Hold’em” durante um evento do cassino Bellagio, em 2002, onde conseguiu a proeza de vencer o então campeão do WPT, Alan Goehring. 

Levi também obteve ainda vários outros bons resultados no WSOP, incluindo a participação em duas mesas semifinais e a final do Tournament of Champions de 2005. Ao todo, estima-se que ele tenha arrecadado um total aproximado de US$ 4 milhões durante sua carreira como competidor profissional.

Uri Gilboa

Uri Gilboa é bicampeão do prestigiado European Poker Tour. Photo by PokerNews/Divulgação

Uri Gilboa talvez seja o jogador de poker israelense menos conhecido desta lista, mas ele tem feito bastante barulho nas mesas carteado recentemente. Advogado de profissão e um jogador de bridge já estabelecido, Gilboa marcou história duas vezes ao vencer o principal evento do European Poker Tour (EPT), o badalado campeonato europeu de poker, no final de março deste ano. 

Ao liderar o torneio em Sochi, na Rússia, Gilboa não só se tornou o primeiro israelense a ganhar o EPT como também conquistou o título de jogador mais velho a já vencer o torneio. Aos 61 anos de idade, Gilboa derrotou um total de 758 inscritos, tornando-se o único campeão do EPT de seu país natal. Além disso, com a vitória de US$ 440 mil na Rússia, ele se consolidou como um dos principais jogadores de poker do mundo.

Por conta de seu desempenho no EPT, Gilboa foi premiado com 1.368 pontos no ranking do Player of the Year (POY), índice oficial do poker mundial. Isso foi o suficiente para vê-lo chegar ao 41º lugar na classificação geral dos jogadores profissionais e empatar com o último campeão do evento principal do WSOP, Ben Palmer. E isso tudo em apenas oito anos de carreira no esporte.

Print Friendly, PDF & Email