COMPARTILHAR

por Paulo Rosenbaum – Deixe-me entender, eu vou carregar este povo todo? Nas costas? Quase dois milhões? Todos os escravos?

Que alivio, achei que era todo mundo.

Senhor, não quero parecer arrogante!

Insolente?

Ok, insolente. Mas mesmo assim preciso dizer, isso que me pede é inviável.

O governo não está exatamente contente com a agitação das massas.

Eu sei, eu sei, mas arrancar todos escravos de uma só vez?

TROVÕES!!

Não está mais aqui quem falou!

Finalmente atravessamos Senhor, espero que isso entre para os anais. Manchete: a maior libertação em massa da história.

Agora devo subir? Até lá em cima? 40 dias? Oh Oh! Farei isso Senhor. Isso aprendi. A razão é sempre da chefia.

Desço com as tábuas? Agora?

Não é possível falar! Eles não estão fazendo isso…por que estão fazendo isso Senhor?…Me diga que não. Não quero mais ver.

Sei que pedi para ver como estava lá embaixo, mas isso?

não, não vou me aclmar. O Senhor me desculpe, mas para que me acalmar? não foi o Senhor mesmo que me disse que me escolheu porque sou autêntico? Que era difícil encontrar alguém que assume ser ele mesmo? Se tenho a marca que o agrada, por que não posso reclamar?

Pronto, já me arrependi! Cá entre nós me assusta ver gente saindo do mesmo beco, deixando a miséria, emancipados da ditadura, mas não se contentam com nada. Eu me pergunto por que se odeiam tanto?

Eu sei, seu sei. Concordo convosco: no teu trono prevalece bondade sobre qualquer severidade. Não prometo, mas vou tentar lembrar.

Eu soube desde o inicio que não seria fácil. Posso perguntar? Eu tinha escolha?

Não? Obrigado. Já desconfiava!

Agora me descontrolei.Quando eu vi aquilo perdi a cabeça. Posso pediruma coisa? Lembre-se: somos homens. Não somos anjos nem matéria inerte.

Seriam só estas?

Não, não é que quero mais. É que achei que com uma constituição assim tão enxuta não sei se rola. Só com isso dá para civilizar toda essa gente?

Teremos dificuldades em cumprir só estas dez? O que será preciso fazer?

Nada? De verdade. É que o Senhor me pede coisas difíceis.

Perdão Altíssimo, vou abrir meu coração. Sinceramente, não sei se sou o homem certo para o cargo. Não tenho as habilidades de um líder e há gente muito boa nas tribos. Tem pelo menos uns cem com mais capacidade. Eles seriam verdadeiros líderes.

Eu sei, eu sei, dou muitos palpites!

Posso só dar mais um? O último?

Obrigado. Eu só indicaria quem têm gosto pela coisa. Posso fazer uma lista tríplice e

Ah, entendi. O Sr só escolhe quem não tem gosto pela coisa. É, é um critério.

Posso perguntar por que?

O que mais posso fazer?

“Moisés têm pensamentos não verbalizados: estaria melhor cuidando dos meus, da minha família? Fui metido numa fria. Fiquei sem trono e sem sustento.”

Nada, nada. Eu ouvi sim, estava meditando um pouco.

É para dizer logo o que quero? Se não estou abusando queria repostas claras. Todas essas instruções serão compreendidas?

Estou aqui? Sim recebi. Agora sei. Posso só formular mais algumas perguntas? Sei que os anjos andam impacientes e que estou embaçando.

Eu sei, o cronograma está atrasado. Eles me contaram, estou atrapalhando a agenda.

Mas isso aqui é uma tremenda responsabilidade, e eu achei mesmo que o Senhor tinha todo tempo do mundo.

Não sei se posso deixar para depois.

Se quero ver o futuro? Não. Quer dizer, depende. Posso só dar uma espiada? Permite interromper se sentir aperto no peito? O Senhor sabe como isso me afeta.

Não tinha ideia. Não tinha ideia!

Obrigado, mas já vi o suficiente. E o Senhor me garante que mesmo depois de tudo aquilo que vi sobreviveremos? Mesmo depois daquilo na Alemanha, na Polônia, a crise dos mísseis, a guerra fria, as ogivas? Agora tem a Ucrânia?

Eu escutei. Sim, e posso repetir com gosto: a liberdade a herança mais preciosa. A primeira obediência ao Senhor é resistir a tirania.

Estou arrepiado Senhor. Posso chorar?

Estou arrependido. Desculpe, são recaídas infantis. Perdão, é que nunca confiei cegamente em ninguém.

Se já posso parar de chorar? Sim perdão, é que isso emociona qualquer um. Tamanha destruição e a humanidade se erguerá tantas vezes quantas forem necessárias.

Freud? Quem é? Ele escreveu sobre isso? Vou anotar. Entra para a lista de leituras.

O Senhor não se comove? Por que a humanidade precisa passar por tudo isso? Compreendi. O que vale é o mérito que o Senhor enxerga na humanidade. Bom saber têm alguém com fé inabalável. Eu já estava quase sem esperanças.

Oh Altíssimo! Garanta por favor que é isso que nos acontecerá depois de tudo que eu acabei de ver? Mas e a paz?

Não só na terra santa. Fui abelhudo. Dei também uma olhada no estado do mundo.

Será uma surpresa para todos? Virá de onde menos se espera? Agora o Senhor aguçou minha curiosidade. Vão conseguir interromper as mudanças climáticas? O pessoal vai desativar os reatores? A intolerância vai acabar?

A coisa toda foi de propósito? Tudo faz parte de um plano maior?

É que o senhor não imagina quanta picaretagem, não faz ideia de como ouvimos isso por aqui!

Minhas mãos estavam fracas e tremulas. Só agora estão recuperando a força. Me sinto cada vez mais determinado. Posso agradecer?

Sei que um dia todos experimentarão a mesma liberdade. Por enquanto sou grato por ter chegado até aqui. Mas que trabalhão. Dia e noite. O Senhor não faz ideia de como eles me ocupam.

Não é só no STF. Eu mesmo tive que julgar coisas que o Senhor não tem noção.

Perdão. Perdão. Sei que o Senhor é o mais ocupado, mas sou só um homem.

Já terminei. Preferia as tábuas esculpidas com teus dedos. Agora desço. Vou e peço toda sua ajuda e benção.

Este dia será um marco para todo o Universo?

A alegria é sagrada? Entendi. Finalmente.

O Senhor está vendo? Fiquei aflito de novo. Para que me contar tudo isso?

Sei que fui eu quem pedi, mas vou confessar, não ouça tudo que a gente pede. Quando for bobagem, ignore. Imploro. Truman Capote já tinha escrito isso? Vai para lista.

Do que o Senhor está rindo, posso saber? Eu também o amo, só não entendi a piada.

Vou pensar nisso, deixe ver se decorei: “alegria é minha maior qualidade”

Deve ser também a nossa? Isso foi forte! Vou reconsiderar. Para começar, vou reclamar menos.

Todo Poderoso? Seria abuso pedir mais duas coisas?

Não, não, sem lenga lenga. Desta vez prometo não voltar atrás. Sem atrasos, de acordo. Poderia fazer com que os homens enxerguem tua presença? Pode ser? Uma única vez?

Desta vez o Senhor passa? Ok. Não o recrimino. Garanto que o Senhor está sendo poupado.

O outro pedido? Ah sim, claro. O Senhor poderia fazer sua voz ser ouvida? Alta e clara?É que eles podem achar que não conversamos. Não vão aceitar que pode ser com toda essa naturalidade.

Então pensei, se o Senhor…Ah, compreendo, eu só queria que todos experimentassem a felicidade, a liberdade e a fraternidade.

Não Senhor, não sou nada comunista nem liberal, é só o desejo de ver todo mundo gozar de justiça e bem estar.

Não saberia dizer porque não tenho o medo deles. Acho que é porque desenvolvemos esta intimidade. Eles lá debaixo não podem fazer o mesmo? Não, não, compreendo que ninguém os está impedindo. O Senhor me conhece. Queria dar uma forcinha. Não dá para quebrar o galho? Agora por que essa risada? Não, não, não sou deste lugar que o Senhor falou. Nem sei o que é Brasil, o que é Brasil?

Tudo bem, trato é trato é que….

VIOLENTO TROVÃO!!!

Calma. Já estou descendo, já estou descendo.

Print Friendly, PDF & Email