Os 80 anos da B’nai B’rith Brasil

Compartilhe... Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Diversas autoridades marcaram presença na cerimônia de aniversário dos 80 anos da B’nai B’rith Brasil.

Curitiba, 16/08/2012 – Uma cerimônia à altura do feito. A instituição judaica B’nai B’rith, celebrou, no último dia 10, em Curitiba, oito décadas de educação e defesa dos Direitos Humanos no Brasil. A entidade judaica, fundada há 169 anos, é uma das mais antigas do mundo na promoção dos direitos da pessoa. A convite de Abraham Goldstein, presidente da B’nai B’rith Nacional, Gustavo Berman, presidente da loja Chaim Weizmann da B’nai B’rith do Paraná e dos vice-presidentes paranaenses Ester Proveller e Waldemir Kürten, políticos, autoridades, dirigentes comunitários, representantes dos Correios e personalidades religiosas, prestigiaram a cerimônia de obliteração do Selo Comemorativo, realizada nas dependências do Centro Israelita do Paraná. Entre os convidados ilustres estavam o vice-governador do Paraná, Flávio Arns; a secretária de estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci; o presidente da Associação Casa de Cultura Beit Yacov, Miguel Krigsner; entre outras personalidades.

Sobre a B’nai B’rith

Fundada em Nova York, em 1843, a B´nai B´rith é uma das maiores e mais antigas organizações humanitárias, de ação social e de promoção dos valores da justiça social e construção de um mundo melhor. Com perfil apartidário, tem foco na atuação contra o racismo, o antissemitismo e toda espécie de discriminação e cerceamento de liberdades. Presente em mais de 50 países, tem por base ações educacionais, de comunicação e de diálogo inter-religioso para a construção da cidadania e respeito à democracia e à diversidade. Também atua na prestação de serviços sociais dentro e fora da comunidade judaica, de acordo com os mais elevados princípios da humanidade. Como Organização Não Governamental (ONG), é membro da Organização das Nações Unidas (ONU), Unesco e vários outros organismos mundiais nas áreas cultural e assistencial. A entidade também apoia e promove o Estado de Israel em sua missão de contribuição à humanidade e inserção no contexto das Nações.

A organização se estabeleceu no Brasil em 1932, quando fundou a sua primeira loja – José Mendelsohn – em São Paulo. Prestou apoio a imigrantes, antes e depois da Segunda Guerra, auxiliando-os na busca por moradia, trabalho e adaptação à nova realidade. Também teve papel importante na atuação contra o antissemitismo no Brasil. Salvou vidas e resgatou presos durante ditaduras militares, procurando preservar os direitos individuais e coletivos na salvaguarda de princípios éticos e morais. Desde então, tem contribuído com a criação e o aperfeiçoamento de leis nacionais contra o racismo e em defesa dos Direitos Humanos. Dessa filosofia decorre uma série de programas de relacionamento para toda a sociedade, o incentivo permanente à fraternidade, ao diálogo inter-religioso, a educação democrática e ao trabalho social, incluindo parcerias com diversas instituições brasileiras e internacionais. Além de São Paulo, a entidade, atualmente, tem sedes no Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul.