COMPARTILHAR

Exposição ‘Memórias Gravadas: a história de Ruth’ inaugura Galeria da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin.

memorias de ruth

No dia 1º de fevereiro, às 9 horas, acontece a abertura da exposição ‘Memórias Gravadas: a história de Ruth’, que conta através de material produzido pela artista plástica Ruth Sprung Tarasantchi (Sarajevo, Iugoslávia – atual Bósnia-Herzegovina –, 1933) , sua vida.
São 92 gravuras, 38 fotografias, 38 itens (livros/catálogos/folders/convites) dispostos na Galeria do subsolo da Biblioteca.

Ruth encontrou na gravura em metal o processo ideal para sua expressão artística. Suas imagens despertam nossas emoções e sentidos, em uma espécie de ideário universal dos álbuns de família. Autobiográficas,narrativas, impregnadas pelo universo feminino, pelos costumes e tradições judaicas, pelos personagens que habitam sua memória, as gravuras de Ruth nos transportam no tempo e no espaço.

A cada imagem, a artista revive episódios de sua infância, dos primeiros anos de vida na Iugoslávia, do período da Segunda Guerra Mundial no campo de concentração na Itália, até sua chegada ao Brasil. A narrativa presente em suas gravuras constrói o sentido da imagem, e vice-versa, atribuindo-lhes significado e emoções.

A obra gráfica de Ruth Sprung Tarasantchi envolve toda sua percepção, personalidade, história pessoal, afetividade, desejos e paixões. A gravura é sua forma de estar no mundo, essência e sentido que imprime ao seu fazer artístico.

Na mostra é destacado o álbum A História de Ruth, obra em processo, que constitui o núcleo de sua criação gráfica desde a década de 1990. Seus mais de 30 anos de dedicação à gravura deram origem a uma numerosa produção, e demonstram, pela diversidade temática, seus vários interesses: família, afetos, paisagens, iluminuras medievais e tradição judaica. O desenho compõe uma das práticas essenciais do seu fazer artístico, e seus cadernos de viagem configuram muitas de suas gravuras – seja pelas paisagens, personagens ou eventos representados.

O segundo núcleo desta exposição apresenta uma breve biografia da artista, ilustrada por documentos, fotos e objetos. As várias atividades desempenhadas por Ruth serão representadas por suas publicações, catálogos, livros, e pelos depoimentos de amigos, para reconstituir as várias facetas da artista, historiadora, pesquisadora e restauradora.
Esta exposição é uma homenagem de seus amigos e admiradores.

SERVIÇO:
Título: Memórias Gravadas: a história de Ruth
Total de obras: 92 gravuras, 38 fotografias, 38 itens (livros/catálogos/folders/convites)
Data: 01 de fevereiro à 27 de março de 2014.
Abertura: 01 de fevereiro, sábado, das 9h às 13h.
Horário: De segunda à sexta das 10h às 20h. Sábados das das 9h às 13h.
Local: Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, Galeria no Subsolo da Livraria João Alexandre Barbosa.
Endereço: Rua da Biblioteca, s/n. Cidade Universitária.
Informações: Telefone: (11) 3091-1154 – Site: www.brasiliana.usp.br/pt-br
Entrada Franca

Print Friendly, PDF & Email