COMPARTILHAR
José Luiz Goldfarb à esq ao lado do escritor Adriano Messias

O multicultural José Luiz Goldfarb, que durante 22 anos atuou como curador do Jabuti, o maior prêmio da Literatura do País, viveu ontem, dia 30 de outubro, uma noite especial. Recebeu sua estatueta como diretor da Educ – editora da PUC-SP, na categoria Comunicação, pela obra “Todos os monstros da Terra: bestiários do cinema e da literatura” (2016, 512 páginas, R$ 60,00), de Adriano Messias. “Foi muito emocionante, após distribuir milhares de prêmios, receber pela Educ o meu primeiro Jabuti”, diz Goldfarb.