COMPARTILHAR

Goldfarb apresenta em Gurupi, São Valério, Peixe, Porto Nacional, Miracema, Lajeado e Palmas um projeto renovado e ainda mais sólido. Com três vertentes – doação de acervo literário, oficinas para multiplicadores da leitura e formação de grupos de teatro (para incentivo ao prazer da leitura através da encenação de textos literários) – o Letras de Luz tem alcançado excelentes resultados, desde o seu início, em 2007.

O professor José Luiz Goldfarb chega nesta terça, dia 19, ao Tocantins, para visitar, até 22 de janeiro, as cidades de cidade de Gurupi, São Valério, Peixe, Porto Nacional, Miracema, Lajeado e Palmas para dar início à implantação do quarto ano do projeto “Letras de Luz” no Brasil. São Valério e Porto Nacional funcionam como pólos do projeto no estado, enquanto as outras cidades funcionam como satélites. Na terça à tarde, Goldfarb visita Gurupi. Na quarta-feira, ele estará pela manhã em São Valério e à tarde em Peixe. Na manhã de quinta-feira, 21, visita Porto Nacional e à tarde discute o projeto em Miracema e Lajeado. Na sexta-feira, 22 de janeiro, acontece a última etapa da visita, em Palmas (onde o coordenador do Letras de Luz pernoitará a partir do dia 20).

Poucos projetos na área de responsabilidade social conseguem atingir tantos anos de atividade com o benefício da Lei Rouanet. O Letras de Luz, patrocinado desde seu início, em 2007, pelo grupo EDP (Energias de Portugal – que atua em vários Estados do Brasil) e realizado pela FVC (grupo Abril) é um caso raro. Com três vertentes – doação de acervo literário, oficinas para multiplicadores da leitura e formação de grupos de teatro (para incentivo ao prazer da leitura através da encenação de textos literários) – o projeto tem alcançado excelentes resultados e, assim, obtido a sua renovação no Ministério da Cultura e a manutenção do apoio financeiro do grupo EDP.

Goldfarb destaca que a experiência obtida nos três anos anteriores permitirá avanços nos conteúdos das oficinas e na integração destas ações com as apresentações teatrais. “Acredito que poderei apresentar nas cidades que visitarei, tanto dos pólos quanto dos satélites envolvidos, um projeto sólido, eficiente e que, sem dúvida, ajudará as populações abrangidas através da disseminação do hábito da leitura. O Letras de Luz é já um case do bom uso da Lei Rounaet para democratizar a cultura em nosso país”, afirma.

Sobre José Luiz Goldfarb:

José Luiz Goldfarb possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Filosofia e História da Ciência – McGill University, Canadá (1980) e doutorado em História da Ciência pela Universidade de São Paulo (1992). É curador há 20 anos do prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, considerado a principal premiação da literatura do país; é professor e diretor do Programa de Estudos de Pós-Graduação em História da Ciência da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; coordenador do Corredor Literário na Paulista, da Secretaria de Estado da Cultura; oficiante do culto da sinagoga da Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo; conselheiro da Biblioteca Haroldo de Campos (Casa das Rosas – Secretaria de Estado da Cultura); e presidente do conselho deliberativo da Associação Amigos do Museu Judaico de São Paulo, entre outros.

Foi durante 18 anos sócio-proprietário da livraria Belas Artes, na Av. Paulista, a primeira a ter um café e espaço cultural, verdadeiro point de políticos, artistas e intelectuais de São Paulo. Além das atividades de pesquisa e pedagógicas, Goldfarb atua também na área das comunicações através da TVPUC (canal universitário) com o programa de entrevistas “Nova Stella – Ciência em Debate”, que leva ao telespectador uma entrevista semanal com professores e pesquisadores da PUC e de outras universidades, sempre abordando a temática da ciência com perspectiva histórica e filosófica. O programa vai ao ar quatro vezes por semana e em março inicia seu terceiro ano de atividade ininterrupta. Goldfarb é ainda coordenador de diversos programas de incentivo à leitura, além de curador, há 20 anos, do respeitadíssimo Prêmio Jabuti.

Print Friendly, PDF & Email