COMPARTILHAR

Poucas horas depois de chegar ao local do desastre da barragem que entrou em colapso no Brasil, a delegação de ajuda israelense começou a localizar e recuperar vários corpos da grossa camada de lama.

O acesso à área só é possível por helicópteros que foram disponibilizados à delegação israelense pelo exército brasileiro. Primeiro, as áreas contidas foram digitalizadas e checadas por cães farejadores especialmente treinados pela unidade canina da IDF e, com esses resultados, a equipe de resgate entrou na área para recuperar os corpos enterrados na lama.

A delegação israelense inclui, entre outros, soldados da IDF, bombeiros, mergulhadores e voluntários da Marinha e membros da Unidade de Resgate Internacional da ZAKA, que estão trabalhando juntos no local do desastre.

Segundo os voluntários e o chefe de Operações Especiais da Zaka, Haim Weingarten, “O escopo do desastre é enorme. A experiência que temos acumulado com a ZAKA ao longo dos anos em muitos desastres em todo o mundo é o que nos ajuda muito no campo. Já no primeiro dia de operações, fomos capazes de identificar várias áreas com alto potencial para resgatar os restos mortais daqueles que não teriam sobrevivido à lama. Há muito trabalho a ser feito na lama profunda. A cooperação profissional entre todos os diferentes membros da delegação israelense contribui significativamente para o sucesso das pessoas que trabalham no campo.”

Segundo o presidente da ZAKA Yehuda Meshi-Zahav: “Estamos recebendo excelentes feedbacks dos serviços de emergência no Brasil sobre o profissionalismo da delegação no local do desastre. As equipes de resgate estão trabalhando em um terreno muito difícil. A delegação israelense é bem recebida nos meios de comunicação locais e mostra o belo trabalho de Israel“.

imagens cedidas pela Zaka

Print Friendly, PDF & Email