COMPARTILHAR

Exibição inédita de documentários “Jews of Egypt” traz a São Paulo o cineasta egípcio Amir Ramses.

Para lembrar os 60 anos da expulsão dos judeus do Egito, um grupo de judeus egípcios, com a colaboração da Hebraica, Conib, Fisesp e da Revista Shalom, realizará em 22 de outubro uma exibição do documentário “Jews of Egypt”, com a presença inédita do cineasta Amir Ramses, responsável pelo filme.

Inicialmente proibido no Egito, o documentário traz a narrativa dos judeus egípcios, que acabaram expulsos e se espalharam por vários países. O filme foi enfim liberado e agora é exibido pelo mundo, divulgando depoimentos que revelam como os judeus, que antes eram queridos no Egito, acabaram por ser odiados e expulsos do país, no episódio que ficou conhecido como Êxodo Esquecido.

Em 1956, o governo egípcio usou a Campanha do Sinai como pretexto para expulsar quase 25 mil judeus egípcios e confiscar seus bens. Aproximadamente, 1000 judeus foram enviados para prisões e campos de detenção. Milhares receberam ordens para deixar o país, tendo autorização para levar apenas uma mala e uma pequena soma de dinheiro, e foram forçados a assinar declarações “doando” suas propriedades ao governo egípcio. Quando a guerra explodiu em 1967, as casas e propriedades dos judeus foram confiscadas.

O cineasta considerou fazer o filme por vários anos. Ele, juntamente com o produtor Haitham Al-Khamissi, decidiram fazer a obra e a financiaram, por acreditar que a existência de um patrocinador dificultaria a neutralidade do filme.

Ramses iniciou a pesquisa em 2008, realizou uma viagem de seis meses, localizou e entrevistou judeus no Egito, além de buscar vídeos e arquivos para produção do documentário. A filmagem começou apenas em 2009, tendo sido interrompida em 2011, devido à revolução egípcia, até a conclusão e lançamento em 2012.

Assista o trailer do filme:

Sobre Amir Ramses

Nascido em 1979, estudou direção de cinema no Instituto Superior de Cinema e se formou em 2000. Trabalhou como assistente de diretor durante cinco anos com o egípcio Youssef Chahine, ajudando a dirigir os filmes “Scott H Nasour”, “11 de setembro” e “Alexandria New York”. Foi membro de painéis de juízes em vários festivais locais e internacionais, incluindo o Comitê de Arbitragem do Festival de Cinema de Alexandria e os comitês de arbitragem do Luxor Festival of African Film 2014 e do Tripoli Festival d Lee Cinema 2016. Seus filmes ganharam vários prêmios locais e internacionais.

Serviço:
Exibição do filme “Jews of Egypt”
Local: Teatro Arthur Rubinstein de ‘A Hebraica’ – Rua Hungria 1000
Data: 22 de outubro – Horário: 19h
Entrada Franca
Para garantir seu ingresso, inscreva-se AQUI.

Print Friendly, PDF & Email