COMPARTILHAR

A Praça Alexandre de Gusmão, localizada na região da Avenida Paulista, se transformou em um grande palco da cultura judaica durante o Fest Shalom SP II, que reuniu mais de oito mil pessoas durante o Domingo, 02 de dezembro.

Organizado pelo Comitê Israel 70 anos, formado por cinco entidades judaicas – A Hebraica, Confederação Israelita do Brasil (Conib), Consulado de Israel em São Paulo, Federação Israelita do Estado de São Paulo e Fundo Comunitário o Fest Shalom SP II marcou em grande estilo as comemorações dos 70 anos de Israel.

Quem compareceu ao evento teve a oportunidade de conhecer de perto a cultura judaica e experimentar pratos típicos dessa culinária como falafel, burekas e varenikes na Praça de Alimentação Kasher, que teve movimento intenso durante todo o dia.

O Fest Shalom também contou com um Shuk (Mercado), com a venda de artesanatos e produtos judaicos, uma área sobre Israel, com dicas de turismo e inovação, um setor com a presença de Entidades Judaicas como Sinagogas e o Fundo de Bolas das Escolas Judaicas, além de uma Área Infantil, com infláveis e brinquedos para as crianças.

Durante todo o Domingo o palco principal trouxe apresentações de danças típicas, música judaica e israelense, Coral, Bandas e uma demonstração de Krav Magá. Um dos grandes destaques foi a presença da DJ israelense Meital Barzilay que comandou as pick-ups durante o Fest Shalom SP II.

“Tivemos um número de pessoas acima das melhores expectativas, um tempo maravilhoso, e alta rotatividade de público durante todo o Domingo, com pessoas da comunidade judaica e pessoas da cidade de São Paulo. A proposta de fazer o evento nos Jardins, foi justamente a de trazer a comemoração dos 70 anos de Israel para a Rua Judaica e a Rua Paulista”, destacou o presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Luiz Kignel.

O evento foi finalizado com o acendimento simbólico da primeira vela da festividade judaica de Chanuka e já deixou um gostinho de quero mais para 2019.

Print Friendly, PDF & Email