COMPARTILHAR

Uma solução tecnológica para organização e cuidados em saúde a distância, com envolvimento direto do paciente em todo o processo de tratamento, maiores índices adesão e resultados a investimento baixo. É sobre essa possibilidade real, já utilizada com sucesso em Israel, por exemplo, que Pini Ben-Elazar discorrerá no Global Summit Telemedicine & Digital Health, que acontece de 4 a 6 de abril de 2019, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Executivo de negócios com mais de 20 anos de experiência em liderança para mudanças e crescimento estratégico no setor de Saúde e MBA pela Johnson & Wales University, de Rhode Island (EUA), Pini, também diretor executivo da Mor desde 2003, mostrará em sua conferência magna aqui no Brasil, como dados de saúde gerados e armazenados de forma simples e em conjunto por médicos, profissionais da saúde e os próprios cidadãos já solucionam demandas de atenção primária sem que as pessoas precisem sair de casa ou de suas comunidades.

Uma dessas plataformas é a Datos Health, que permite o monitoramento remoto, sem a necessidade de uma grande infraestrutura.

“É uma solução projetada para envolver pacientes e médicos, integrando, a evolução de saúde com protocolos clínicos. Possui baixo custo, com a participação de todos os integrantes do sistema. Resulta em protocolos clínicos totalmente personalizados, coleta de dados remota automatizada, validada e integrada e comunicação personalizada entre médico e paciente em tempo real permanentemente.

Confira, a seguir, entrevista exclusiva com Pini Ben-Elazar.

Quais são vantagens da plataforma Datos?

Ela permite que grupos de clínicos atendam um grande número de pacientes em tempo real e fora da clínica, que é onde as necessidades de cuidado à saúde realmente acontecem. Assim, contribui no auxílio a organizações, clínicas e a pacientes, pois os dados são produzidos e acessados em qualquer lugar. Quando usados em escala, programas com esse nível de aprimoramento para o atendimento ao paciente eliminam a necessidade de grandes centros de atendimento.

Por meio de validação segura de dados e automatizção, apenas os dados confiáveis ​​e relevantes gerados pelos pacientes são incorporados ao fluxo de trabalho clínico. A plataforma também aumenta o engajamento do paciente com o uso de uma “caixa” de mensagem personalizada que inclui um avançado módulo de resultado relatado pelo próprio paciente.

Como você vê a utilização da tecnologia em saúde, nos dias de hoje? Quais benefícios já traz?

A tecnologia em saúde já tem salvado incontáveis pacientes e proporcionado mais qualidade de vida. Não mudou as experiências para os pacientes e familiares, como também impactuou os cuidados médicos e a prática diária dos profissionais da saúde. Algumas tendências que já nos beneficiam são a Digitalização de Registros de Saúde, Big Data e Cloud Computing), Tecnologia da Informação e Comunicação, Tecnologia de Aplicativos Móveis no Campo Médico, entre outras.

Há exemplos de experiências de sucesso com a plataforma Datos?

Existem projetos recentes da Datos fazendo sucesso. Um exemplo é o de reabilitação cardíaca usando relógio de atividades (Polar, Garmin e Apple Watch)., permitindo que pacientes realizem as tarefas de reabilitação em sua própria casa e em seu próprio horário. O programa alcançou nível de adesão muito alto e agora faz parte dos códigos de reembolso de Israel.

Já o Diabetes tipo 2, é monitorado usando dispositivos de glicosímetros. O Datos possibilita aos médicos da atenção primária a prescrição digital diretamente do EMR (Eletronic Medical Record – prontuário eletrônico). Os pacientes medem o próprio nível de glicose e seguem os protocolos de engajamento. O programa também compartilha conteúdo relevante sobre o diabetes , como artigos e filmes. PCPs (primary care physicians – clinico geral, médico de família…) foram capazes de reduzir pela metade o tempo necessário para equilibrar um paciente diabético.

Mieloma Múltiplo, tratamento CAR-T – monitora pacientes que migram de dentro do hospital (paciente interno) para casa (ambulatorial). Isto é feito através do monitoramento de uma grande variedade de sinais vitais (7 sinais vitais).

Hoje, as plataformas Datos dão suporte à assistência de muitas outras patologias, como para a hipertensão, gravidez de alto risco, câncer, entre outros.

Em muitas cidades brasileiras, ainda há falta de atendimento devido a dificuldades de acesso e a distância, por exemplo. Como a tecnologia pode ajudar a solucionar esse problema?

Em linhas gerais, destaco os cuidados a distância e por um custo baixo. Assim, o paciente necessita menos ver o seu médico e ser diagnosticado em casos de atenção primária. A plataforma suporta BYOD (Bring your own device – plataformas tipo laptop, smartphone, etc.). Portanto, reduz a necessidade de dispositivos dispendiosos e simplifica a logística de dispositivos dos programas de gerenciamento remoto de pacientes.

Quais os benefícios ao Estado e para as instituições tais como hospitais, clínicas, companhias de saúde e laboratórios?

A Datos possibilita que o paciente tenha avalição médica por um investimento baixo, conforme destaquei anteriormente. A plataforma fornece os seguintes benefícios: proporcionar cuidados contínuos aos cidadãos; reduz o custo dos atendimentos dos prestadores; aumenta a adesão e o envolvimento com ferramentas e programas digitais de saúde; simplifica o atendimento médico.

Sobre Pini Ben-Elazar

É executivo de negócios com mais de 20 anos de experiência em liderança para mudanças e crescimento estratégico no setor de Saúde. Com MBA pela Johnson & Wales University, de Rhode Island (EUA), é diretor executivo da Mor desde 2003. Nesse período na companhia, foi responsável pela criação de 60 startups, nos campos farmacêuticos, de dispositivos médicos, diagnósticos e saúde digital.

Também tem trabalhado para criar colaborações com parceiros em todas as disciplinas do setor de Saúde, a fim de conduzir inovação e crescimento significativos para o portfólio da Mor. Antes da empresa, já atuou como diretor e presidente do conselho de outras 35. Fundou a Bio-Gal Pini, por exemplo, empresa biotecnológica que lida com mieloma múltiplo e foi fundida com a XLT, de capital aberto. Ainda foi diretor executivo da ON Centros Médicos, um modelo de franquias e empresas que resultou na abertura de 70 clínicas em 17 países, com 400 médicos empregados.

Global Summit Telemedicine & Digital Health

O Global Summit Telemedicine & Digital Health é um evento realizado e promovido pela Associação Paulista de Medicina e Transamerica Expo Center. Tem Dr. José Luiz do Amaral, como presidente de honra, Dr. Jefferson Gomes Fernandes, na presidência científica e do Conselho de Curadores, além de Dr. Antonio Carlos Endrigo, presidente da Comissão de Organização.

Global Summit Telemedicine & Digital Health
De 4 a 6 de abril de 2019 | Transamerica Expo Center – São Paulo
Inscrições e informações pelo site http://telemedicinesummit.com.br

Print Friendly, PDF & Email

Also published on Medium.