COMPARTILHAR
Será que o Modelo de Dubai pode Inspirar outros Árabes?
Será que o Modelo de Dubai pode Inspirar outros Árabes?

por Daniel Pipes – Em tempos de guerra civil, anarquia, extremismo e empobrecimento no Oriente Médio, as cidades-estado do Dubai e Abu Dabi se sobressaem como lugares onde falantes do idioma árabe estão florescendo, inovando e proporcionando um modelo de desenvolvimento. Mas será que isso vai durar? Recentemente eu visitei os Emirados Árabes Unidos a procura de respostas. Para começar, o básico: outrora chamados de Estados da Trégua pelos imperialistas britânicos, os EAU são formados por sete pequenas monarquias situadas na orla do Golfo Pérsico.

Eles se uniram em 1971 para formar uma única federação, quando os britânicos se retiraram. O país foi duplamente abençoado: petróleo e gás em abundância e um grupo de líderes inteligentes voltados para o comércio. O petróleo e o gás conferem ao país imensos recursos, os líderes o mantém longe do perigo, livres do extremismo ideológico, focados na economia. O resultado dá a sensação e a aparência de um lugar basicamente feliz, principalmente se levarmos em conta que o número de trabalhadores imigrantes está melhorando. LEIA AQUI O ARTIGO COMPLETO

Print Friendly, PDF & Email