COMPARTILHAR

Delegação brasileira visita o berço do Krav Maga, em Israel, e realiza treinamentos de defesa pessoal e antiterror com especialistas israelenses.

Israel comitiva 2017 a

A cada dois anos, a Federação Sul Americana de Krav Maga leva seus alunos e instrutores brasileiros para conhecer Israel e seus pontos turísticos, treinar com mestres israelenses da defesa pessoal criada naquele país e saber um pouco mais da história e da filosofia dessa arte de defesa.

A delegação brasileira, formada por instrutores e alunos da Federação Sul Americana de Krav Maga – a única representante oficial da modalidade no Brasil, Peru e Argentina e detentora da marca Krav Maga no Brasil -, está em Israel, berço desta modalidade de defesa pessoal para conhecer de perto as raízes do Krav Maga, hoje praticado em diversos países.

A Federação Sul Americana de Krav Maga organiza essa viagem a cada dois anos. O roteiro conta com treinamentos de Krav Maga com mestres israelenses, visitas a pontos turísticos de Israel que contam a história do Krav Maga e de seu criador, Imi Lichtenfeld, além de atividades extras como palestras, treinamentos específicos com armas e outros.

A viagem teve início em Jerusalém, no dia 22 de janeiro, com visitas à Cidade Velha, Monte das Oliveiras, Via Dolorosa, Muro das Lamentações e o Parlamento Israelense. A comitiva seguiu para conhecer o Deserto da Judéia, Massada, passando por Kfar Hanokdim, uma aldeia beduína, até o Mar Morto.

Além da parte turística, os viajantes brasileiros também têm momentos de treinos intensos e puderam vivenciar simulações antiterror, explicações sobre armas. Passaram também por treinamentos especiais de Krav Maga com instrutores da Federação do Grão Mestre Haim Zut, dirigida pelo próprio Haim Zut, o primeiro aluno do criador do Krav Maga, Imi Lichtenfeld, e no Instituto Wingate.

A viagem continua até o início de fevereiro e parte desse programa consiste em conhecer e presenciar um pouco da história de Imi Lichtenfeld, sua chegada a Israel e seu legado. Segundo o introdutor do Krav Maga no Brasil, Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-preta – 8º Dan), que está acompanhando a comitiva, esse tipo de atividade é importante para que as pessoas entendam a filosofia da defesa pessoal israelense.

“O Krav Maga é um caminho de vida. É uma forma totalmente particular de olhar o mundo, os desafios que ele apresenta, além dos nossos limites e a possibilidade de vencê-los, sempre com o objetivo de voltarmos bem e em segurança para casa”, afirma Grão Mestre Kobi. E completa: “ao conhecer a terra onde o Krav Maga nasceu e vivenciar um pouco dessa história, os praticantes ganham um novo olhar para a arte de defesa de Israel”.

Grão Mestre Kobi começou a praticar o Krav Maga aos três anos de idade com Imi Lichtenfeld e foi o primeiro faixa-preta de Imi a sair do estado de Israel para difundir a modalidade pelo mundo. Ao chegar no Brasil em 1990, Grão Mestre Kobi se estabeleceu na cidade do Rio de Janeiro, onde fundou e hoje dirige a Federação Sul Americana de Krav Maga.

Em todos esses anos, a Federação vem realizando um trabalho extremamente sério e responsável na disseminação da técnica de defesa. Ainda hoje, o método de prática e de ensino da FSAKM é o mesmo criado por Imi Lichtenfeld e utilizado em Israel. Grão Mestre Kobi supervisiona pessoalmente a prática e a divulgação do Krav Maga no Brasil, na Argentina e no Peru, mantendo o alto nível ético e técnico dos instrutores e alunos, seguindo os passos ditados por Imi.

O que é Krav Maga?

Criado em Israel, na década de 40, por Imi Lichtenfeld, o Krav Maga é o método de defesa pessoal que permite a qualquer pessoa, independentemente de força física, idade ou sexo, se defender de um agressor ou agressores maiores ou mais fortes, armados ou não.

Não se trata de uma arte marcial e sim da única modalidade reconhecida mundialmente com arte de defesa pessoal. No Krav Maga não há competições, campeonatos ou medalhas. O maior troféu é a vida que será salva um dia.

O treinamento orientado por instrutores qualificados transmite aos praticantes as diversas possibilidades de defesa. Os detalhes tornam a técnica eficiente e a instrução bem executada, prepara o aluno para enfrentar qualquer tipo de agressão.

Do ponto de vista físico, o princípio desta modalidade de defesa é que os exercícios sejam exequíveis por qualquer pessoa, em seu ritmo próprio, respeitando o limite de seu corpo. Ainda assim, há o estímulo para que os alunos se exercitem diariamente.

Hoje, civis e militares adotam a modalidade no mundo inteiro por sua eficiência em combate. Quem pratica o Krav Maga aprende a explorar o melhor de si, superando obstáculos físicos e mentais e se tornando uma pessoa melhor em todos os sentidos.

Para saber mais, acesse: www.kravmaga.com.br
Siga nas redes sociais: www.facebook.com/mestrekobikravmaga