COMPARTILHAR

Reportagem antissemita da Revista IstoÉ causa revolta na comunidade judaica e instituições vão tomar as medidas cabíveis para o caso.

Nota oficial da Conib:

A Conib protesta veementemente contra o tom da reportagem de capa desta semana da revista IstoÉ que faz ataques à comunidade judaica e a Israel e ainda traz comparações lamentáveis e indevidas de membros da comunidade judaica com o nazista Joseph Goebbels. Sempre, e ainda mais nesses tempos de intolerância e pregação de ódio, é preciso combater esse tipo de abordagem. A comunidade judaica brasileira é diversa, com membros de todas as tendências política, e todos devem ser respeitados igualmente.

Nota oficial da Fisesp:

A Federação Israelita do Estado de São Paulo, representante da comunidade judaica paulista e entidade apartidária, vem a público repudiar a reportagem da Revista ISTO É, comparando o secretário da Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fabio Wajngarten ao chefe do departamento de propaganda do regime nazista, Joseph Goebbels.

Rejeitamos a banalização de um episódio trágico para a Humanidade, como o nazismo, responsável pelo Holocausto, com a morte de 6 milhões de judeus, e o assassinato de dezenas de milhões de outros inocentes, como ciganos, negros, homossexuais, comunistas, entre outros.

O debate intenso de ideias e as disputas ideológicas partidárias, jamais devem se confundir com religião. Ao fazer declarações irresponsáveis como esta, a ISTO É desrespeita não somente os milhões de mortos e aqueles que sobreviveram ao genocídio nazista como a todos os brasileiros que têm compromisso com a democracia.

Print Friendly, PDF & Email