CIP apresenta a sua nova Rabina

CIP apresenta a sua nova Rabina

3201
0
COMPARTILHAR
Rabina Fernanda Tomchinsky Galanternik é formalmente apresentada como membro do rabinato da CIP
Rabina Fernanda Tomchinsky Galanternik é formalmente apresentada como membro do rabinato da CIP

Foi realizada na sinagoga Etz Chaim da CIP a cerimônia de apresentação formal da rabina Fernanda Tomchinsky-Galanternik como parte do rabinato da Congregação e como coordenadora do departamento de Ensino da mesma instituição. Participaram o presidente da CIP, Sérgio Kulikovsky, os rabinos Michel Schlesinger e Ruben Sternschein, os chazanim Ale Edelstein e Avi Bursztein, e o rabino Ariel Stofenmacher, CEO e vice-presidente do Seminario Rabinico Latinoamericano Marshall T. Meyer. Da gestão recém-eleita da Congregação (2017 a 2019), estavam presentes Marcos Lederman, o novo presidente, e Luiz Eduardo Gross, que assumirá como presidente do Conselho Deliberativo da entidade.

O presidente Sérgio Kulikovsky abriu a cerimônia falando sobre a evolução da CIP nos últimos quatro anos em direção ao igualitarismo. “A CIP acredita que a mulher pode realizar mitsvót e participar em posição de igualdade nos serviços religiosos. Nada é obrigatório, mas às mulheres é facultada a participação igualitária”, explicou. Além da comunidade judaica, e familiares e amigos da rabina Fernanda, prestigiaram o evento os rabinos Ariel Kleiner, diretor executivo do Massorti AmLat, Iehuda Gitelman, da Comunidade Beth-El, e Alexandre Leone, do Centro Cultural e Social Bnei Chalutzim.

“Fernanda é o símbolo de um momento muito especial do Seminario Rabinico Latinoamericano, ela é a primeira brasileira a ser ordenada rabina”, disse rabino Stofenmacher durante o segundo discurso da noite. “Ela se soma à CIP para continuar a construção da identidade judaica brasileira junto aos rabinos Ruben e Michel e à toda a comunidade”, finalizou. O vice-presidente executivo da Federação Israelita de São Paulo, Ricardo Berkiensztat, também prestigiou o evento que reuniu cerca de 200 pessoas. O rabino Ruben Sternschein, que acaba de retornar de uma viagem de estudo, meditação e produção intelectual, lançou uma provocação à rabina: “Quero lhe desafiar e encorajar a achar dentro de si mesma a inspiração necessária para olhar o outro com sensibilidade e conseguir enxergar a santidade de cada um”.

A importância da CIP assumir seu perfil igualitário foi reforçada pelo rabino Michel Schlesinger em sua mensagem à rabina. “Assim como já acontece em todas as sinagogas conservadoras e reformistas ao redor do mundo, a CIP assume uma posição clara de igualitarismo ao receber a rabina Fernanda como membro integral do rabinato da Congregação”. Em seu discurso, Fernanda falou sobre o que a motivou a seguir a carreira rabínica, a constância do processo de aprendizado, e seus desafios pessoais como rabina. “Na Escola Lafer, por exemplo, um dos maiores desafios é o das famílias que querem terceirizar a educação judaica de seus filhos. Um curso de judaísmo só pode ter impacto quando tem suporte em casa. Portanto não é um desafio da escola, mas da comunidade como um todo, porque as famílias são formadas por pais, irmãos, avós, tios, e até por amigos”.

A rabina comentou também a importância da comunidade no igualitarismo e pluralismo da Congregação. “A CIP começou a trilhar esse caminho, mas só pode fazer isso com a presença e a atuação de todos”. E encerrou sua fala esperando trabalhar com todos e de muitas maneiras diferentes: “…como só dentro do judaísmo e de uma comunidade com tantas pluralidades pode permitir”. “Fico alegre e inspirada sabendo que vamos andar juntos”, encerrou a rabina Fernanda.