COMPARTILHAR

8 (Véspera) a 16 de Dezembro de 2012 – 24 de Kislev a 3 de Tevet 5773. O chamado “Festival das Luzes”, que ilumina as nossas mentes com felicidade e memória, está próximo.

Nestes oito dias comemoramos a vitória dos Macabeus, (cujas iniciais derivam da palavra “Mi Kamocha Ba’elim Hashem – Quem entre os poderosos é como tu o Eterno”). Liderados por Jehudá o Macabeu, lutaram contra o numeroso e forte exercito do rei grego Antioco Epifanes, a cujo domínio estava submetido o povo de Israel na época.

O rei Antioco quis obrigar os judeus a abandonarem a sua religião, para adorarem ídolos, colocando-os até no Templo Sagrado.

Com a vitória, os macabeus foram ao Templo agradecer ao Eterno, de lá retirando os ídolos gregos. Para a inauguração do templo, acenderam a lamparina, a Menorá com a quantidade mínima de óleo disponível, suficiente para um dia. Mas o milagre aconteceu. Um pequeno cântaro de óleo durou não somente um dia, mas sim oito dias seguidos, tempo necessário para produzir mais óleo. Assim comemoramos Chanucá durante oito dias.

A primeira vela é acessa na véspera, dia 8 de dezembro e a última no oitavo dia, 16 de dezembro. O símbolo desta comemoração é o sevivon (pião), trendel, com o qual pais e filhos brincam. Ornamentamos a festa com presentes para todos os parentes e convivas, destinando moedas aos menos afortunados. Esta inscrito no Trendel – NEZ – GADOL – HAJA- SHAM – (PO) Grande milagre ocorreu lá. Todos os anos evocamos o cântico Maos Zur (rocha poderosa), composto no século XV), em redor das velas acessas.

Esta festa simboliza a vitória sobre a opressão que se repete tantas vezes em nossa história Sempre somos obrigados a nos defender, e o mundo ignora a nossa eterna contribuição de 129 prêmios Nobel, com avanços que beneficiam a todos.

Que ao final sejamos sempre vitoriosos pelo bem geral, nosso e de toda humanidade. Que os Lateques e os Sevivon – bolinhos de batata e sonhos enfeitem as nossas mesas de bom gosto.

Em Shalom e Chanucá Sameach,

Ernesto Strauss é Diretor Cultural da B’nai Brith Brasil

Print Friendly, PDF & Email