Herman Glanz

Início ARTIGOS Herman Glanz

A intelectualidade e a traição

Ganhou força na mídia e nas redes sociais a constatação de notícias falsas, as tais Fake News

As Mentiras – Tudo Fake

Continuam os foguetes caindo em Israel e os ataques a israelenses, pelos atuais chamados palestinos, especialmente com facas, a arma do momento.

Aperte DEL: delete o velho ódio

Ano Novo é o momento para fazer promessas e ter esperança – Hatikva.

Os Direitos Humanos Islâmicos

Tudo de acordo com a sharia. Guerra é guerra, como jihad é jihad. Afinal, estamos falando de Direitos Humanos dos islâmicos. Para os demais, jihad.

A Intelectualidade Vergonhosa e Traidora

Uma avalanche de informações capciosas e mentirosas, na mídia, é contrária ao reconhecimento de Jerusalém, como capital do Estado de Israel.

A histeria da desinformação sobre Jerusalém e a festa de Chanuca

Israel passou a ser chamado Palestina, pelos conquistadores romanos, no ano 135 da nossa era, mas Jerusalém continuou capital da Palestina judaica.

Desinformação: “Pogrom” Midiático e “Pogrom” Político

A desinformação é um atentado contra o rigor dos acontecimentos

70 Anos: 29 de Novembro de 1947

No dia 29 de novembro de 1947 a Assembleia-Geral das Nações Unidas aprovava a Resolução nº 181, que ficou conhecida como a Partilha da Palestina.

40 anos e carta de Carter descartada

Dia 20 de novembro de 1977, há 40 anos, descia em Israel, o presidente egípcio, Anwar el-Sadat.

O Nacional-Socialismo

O movimento de algo como a “Kristal Nacht” começava logo, pelas casas Tietze, com os cacos de vidro das suas vitrines quebradas.

Balfour e mais

Assim caminha a humanidade: mal e corrupta.

Salam não é Paz

A professora da Universidade Hebraica de Jerusalém, Tamar Liebes analisou a forma da divulgação da visita de Anwar Sadat a Jerusalém, em 20/11/1977.

SIGA O PLETZ NAS REDES SOCIAIS

9,214FãsCurtir
69SeguidoresSeguir
2,780SeguidoresSeguir
3,635SeguidoresSeguir
5,497SeguidoresSeguir
284InscritosInscrever