Cambici raliza a palestra “Bitcoins e os ativos digitais: o futuro”

Cambici raliza a palestra “Bitcoins e os ativos digitais: o futuro”

100
0
COMPARTILHAR

As moedas virtuais ou criptomoedas vem crescendo a cada ano e prometem revolucionar o mundo dos negócios.

Para debater sobre este tema atual e relevante, a Câmara Brasil- Israel de Comércio e Indústria realizou no dia 10 de outubro, no Auditório do Siqueira Castro Advogados, a palestra “Bitcoins e os ativos digitais – o futuro”.

Alex Barbirato, Glauco Cavalcante e Jayme Blay

Glauco Bronz Cavalcanti, um dos sócios fundadores da NetTrade, primeiro Home Broker no Brasil, e Alex Barbirato, empreendedor com ampla experiência internacional em fintech, fizeram uma esclarecedora palestra sobre como o mundo das finanças está sendo impactado pelo blockchain e pelas moedas criptográficas, e de como tudo isso tende a revolucionar os negócios no futuro.

Eles apresentaram toda a tecnologia por trás do blockchain, sistema de registros que garante a segurança das operações realizadas por criptomoedas, e traçaram um panorama sobre as principais moedas virtuais como o Bitcoin e o Ethereum, destacando como surgiram, qual o protocolo para validar as transações, como é a regulamentação e quais as oportunidades e os riscos envolvidos.

“Tentei desmistificar muitas coisas que acabam sendo repetidas e viram senso comum e passar informações sobre o que é o mercado de criptomoedas. Hoje existem mais de mil moedas virtuais, mas elas ainda precisam atingir volume e massa crítica, porém isso só deve se concretizar na próxima década”, destacou Alex.

“O Brasil já esta bem atualizado neste tema, inclusive o Banco Central e as autoridades financeiras estão estudando sobre como vão se adaptar a essa nova tecnologia”, complementou Glauco.

Frente a este cenário, como surfar a onda das moedas digitais? Segundo Glauco, uma estratégia inteligente consiste em alocar cerca de 2% dos investimentos nesses ativos – “trata-se de um cenário extremamente incerto e repleto de riscos, no qual existe a possibilidade de perder todo capital comprometido. Por outro lado, se der certo, é possível que esse investimento passe a representar cerca de metade do seu patrimônio no futuro”.

“Vivemos em um mundo que se transforma rapidamente e temos fronteiras a serem desbravadas. As criptomoedas nos trazem uma visão de futuro inesperada. Ficamos muito felizes em possibilitar aos associados da Câmara Brasil-Israel o acesso a um tema tão impactante e relevante”, destacou o presidente da Câmara, Jayme Blay.


Also published on Medium.