COMPARTILHAR

Você e eu que votamos em Jair Messias Bolsonaro acreditando em mudanças amplas gerais e irrestritas esquecemos que no Brasil vige um sistema. O sistema da Lei de Gérson, também conhecido como toma lá dá cá ou ainda pela alcunha do é dando que se recebe.

Nos esquecemos do fato primordial de que o país funciona desta forma há 519 primaveras.

Bolsonaro foi vitorioso fazendo promessas que conquistaram significativa e majoritária parcela da população brasileira.

Para vermos implementadas as promessas dele, agora precisamos esperar pelos ministros do STF em quem não votamos, pelo presidente do Senado que nem sabemos que é e ainda pelo presidente do poder legislativo federal que não nos representa.

Negociações no Congresso, acertos em número de ministérios, criação de Ministério não programado para atender aos ditos representantes do famigerado centrão, desmoralização de ministros, de auxiliares e fomento de lutas intestinas no grupo que venceu as eleições, certamente atrasarão o Brasil, inviabilizarão mudanças, esgarçarão o tecido e os nervos do grupo que nos governa e, assim, está pavimentado o caminho para a perda de tempo, para a mesmice e para a perda de esperanças neste Brasil que continua com 20 milhões de desempregados, a espera da boa vontade dos políticos para que votem a reforma da Previdência, o pacote anticrime e com isso possamos dar o salto que a nação espera.

Enquanto seu lobo não vem, chapeuzinho vermelho não sai do lugar. O Brasil corre sérios riscos de não andar.

Com a palavra, David Alcolumbre, Rodrigo Maia e José Antonio Dias Toffoli.

Print Friendly, PDF & Email