COMPARTILHAR

No último domingo (9/11), a B’nai B’rith Brasil reuniu irmãos de São Paulo, Rio, Curitiba e Porto Alegre para uma confraternização que marcou os 175 anos de fundação da entidade, 86 da presença no Brasil e os 70 anos de Israel.

O evento, que teve como mestre cerimônia o jornalista Alberto Danon, começou com a bênção de Shehehianu, seguida pelo acendimento da Menorá conduzida pelo casal Epstein de Porto Alegre, explicando o significado de cada um dos sete braços- Fraternidade, Beneficência, Harmonia, Luz, Justiça, Paz e Verdade, e que ela é feita da direita pela esquerda, deixando por último a vela central.

Abraham Goldstein, presidente da BB Brasil, relembrou passagens da história da entidade: “Temos que manter a nossa atuação, objetivando uma vida melhor a todos e todas. Uma vida onde os Direitos e Deveres estão presentes com liberdade, democracia e justiça. Onde o judaísmo continue florescendo, inspirando e nos guiando pelos caminhos da Tzedaká (Justiça Social) e Tikun Olam (ação por um mundo melhor)”.

A anfitriã, presidente da BB -São Paulo, Zeila Szliosbergas, se dirigiu aos presentes, frisando que todos estavam reunidos para comemorar a linda e importante trajetória de todos que construíram nossa história. “Sempre nos empenhamos em manter os ideais da fraternidade, beneficência e harmonia, bem como na preservação e defesa do Estado se Israel, que comemora seus 70 anos de independência”.

Um vídeo com diversos momentos da história da entidade no Brasil, com a grande expansão após o Estado Novo, foi produzido especialmente para a ocasião, abrilhantando a confraternização.

Jacobo Wolkovicz, vice-presidente da B’nai B’rith Latino-Americana e membro do Conselho da entidade internacional e Eduardo Kohn, diretor executivo da B’nai B’rith para a América Latina, passaram as suas mensagens reforçando os programas internacionais da B’nai B’rith e os alertas pela situação na nossa região. Foram transmitidas mensagens do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, Jayme Gudel e Leon Meyer do Rio de Janeiro e Liane Richter de Porto Alegre.

Seguiu-se uma apresentação do grupo de Dança Folclórica Israeli Ameinu, da B’nai B’rith e da cantora Regis Karlik que convidou a todos para bailarem.

Prestigiaram o evento Abrão Lowenthal, Presidente do Fundo Comunitário, Mário Epstein e esposa, vice-presidente da B’nai B’rith (Região Sul), Edgar e Débora Lagus, vice-presidente (Região Centro-Sul), Zeila Sliozbergas, presidente da B’nai B’rith São Paulo, Pedro e Matilde Gus, da Loja Yehuda Halevi (POA), Gustavo Berman e Leon Knopfohlz, da Loja Chaim Weizmann, da BB Paraná, Patricia Tolmasquim, presidente da Loja Albert Einstein, do Rio de Janeiro, Sergio Napchan, representando a CONIB e Enio Lewinski, representando a FISESP.

Todos os irmãos ouvidos, reforçaram a necessidade de se estabelecerem políticas duras contra o antissemitismo, direitos humanos e contra a discriminação. Também, discorreram sobre algumas das atividades feitas por cada estado, sendo a mais destacada foram as jornadas de ensino contra o holocausto em uma ação em parceria com a rede municipal de ensino.

Todos os dizeres e o ambiente seguiam para o norte da entidade: Beneficência, Fraternidade e Harmonia.

Print Friendly, PDF & Email