COMPARTILHAR

O Krav Maga, no universo militar, é a resposta para o enfrentamento de qualquer situação que coloque a vida em risco, visando a sobrevivência, mesmo em casos extremos

No dia 16 de abril, Grão Mestre Kobi Lichtenstein, introdutor do Krav Maga no Brasil, estará em Rezende (RJ) para ministrar palestra para os oficiais e alunos da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). O objetivo é apresentar a técnica de defesa pessoal israelense, que se tornou a filosofia das forças de defesa israelenses e, mais tarde, passou a ser adotada pelas principais unidades de elite de segurança do mundo.

Com mais de 30 anos de experiência no treinamento de equipes militares para o combate sem disparos, no Brasil e no exterior, Kobi Lichtenstein é Grão Mestre em Krav Maga (Faixa-Preta 8º DAN), especialista israelense com graduação e MBA em Segurança Nacional e Terrorismo e ex-combatente das Forças de Defesa do estado de Israel.

O que é Krav Maga?

O Krav Maga não é um esporte e sim uma técnica de defesa pessoal. Foi criado por Imi Lichtenfeld, em Israel, na década de 40, para permitir a qualquer pessoa, independentemente de força física, idade ou sexo, possa se defender de um ou mais agressores, armados ou não.

Até a década de 60, o ensino do Krav Maga era restrito para a elite militar, porque se considerava a modalidade uma arma secreta das forças de defesa de Israel. Somente a partir de 1964, o Krav Maga foi liberado para o mundo civil.

O treinamento de Krav Maga orientado por profissionais qualificados transmite aos praticantes as diversas possibilidades de defesa. Os detalhes tornam a técnica eficiente e a instrução bem executada, prepara as pessoas para se defenderem em qualquer tipo de situação, mesmo extremas, visando a sua sobrevivência e, até mesmo a de terceiros.

Especificamente para forças de segurança, é a resposta para o enfrentamento de situações extremas do dia a dia desse profissional, seja ele de unidades policiais, missões militares, em situações com reféns, na proteção a terceiros ou patrimonial, na proteção de grandes eventos, ou em ameaças terroristas. “O Krav Maga é a solução que confere a segurança, autoconfiança e motivação para que esse profissional exerça a sua função ainda melhor, mesmo que não seja preciso efetivamente usar as técnicas”, afirma Grão Mestre Kobi.

O treinamento de Krav Maga para unidades militares considera sua função, seu equipamento pessoal e sua área de atuação. “O profissional de segurança, devido à natureza de seu trabalho, carrega equipamento com peso que pode chegar até 40kg ou mais, dependo da unidade, além de que muitas unidades utilizam vestimenta como botas e coletes à prova de bala que dificultam seus movimentos. Tudo isso tem que ser levado em conta quando são desenvolvidos os treinamentos das forças militares”, afirma Grão Mestre Kobi.

A Federação Sul Americana de Krav Maga é a única representante oficial da modalidade no Brasil, México e Argentina e detentora da marca Krav Maga no Brasil. A partir de 2019, passa a contar também com atuação em Portugal. Conta com programas de treinamento criados especificamente para cada segmento militar e sua demanda, sempre contemplando a capacitação física (força, resistência e velocidade), capacitação mental (agressividade necessária, controle emocional), o conhecimento técnico e a didática de treinamento.

Os módulos de treinamento são formados por um conjunto selecionado de simulações de situações reais, típicas de cada unidade, considerando equipamento, risco e agressividade apresentados no dia-a-dia da unidade, ensinando técnicas objetivas e de simples execução. Dessa forma são preparadas as melhores unidades de segurança no mundo; como IDF, FBI, CIA, GIGN, unidades SWAT no mundo inteiro e outros.

Para saber mais, acesse: www.kravmaga.com.br

Print Friendly, PDF & Email